Semana On

Terça-Feira 19.out.2021

Ano X - Nº 463

Coluna

Camisetas homofóbicas esgotam na grife Sergio K

Ao custo de R$ 189 cada, as camisetas promovem a homofobia ao usar palavras como gay e maricón como xingamento a jogadores de futebol.

Postado em 09 de Abril de 2014 - Redação Semana On

Grife Sergio K vende camisetas com dizeres homofóbicos. Grife Sergio K vende camisetas com dizeres homofóbicos.
Camisetas homofóbicas esgotam na grife Sergio K Grife Sergio K vende camisetas com dizeres homofóbicos. Grife Sergio K vende camisetas com dizeres homofóbicos. Grife Sergio K vende camisetas com dizeres homofóbicos. Grife Sergio K vende camisetas com dizeres homofóbicos. Grife Sergio K vende camisetas com dizeres homofóbicos.

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Foram vendidas todas as 120 unidades da polêmica coleção Jogadores, da Sergio K, afirma a grife.  As peças foram comercializadas tanto em lojas físicas quanto no portal da empresa. Ao custo de R$ 189 cada, as camisetas promovem a homofobia ao usar palavras como "gay" e "maricón" como xingamento a jogadores de futebol, como Cristiano Ronaldo e Maradona.

Segundo a assessoria da marca, após as reclamações de internautas em redes sociais, a procura pelas peças —lançadas havia 40 dias— aumentaram, esgotando as unidades na manhã do último dia 8.

Além das críticas na web, duas petições on-line, nos sites Avaaz e All Out, pediam boicote às lojas Sergio K. No site da marca, o link de venda das peças está fora do ar. Segundo a assessoria, o motivo é o fim da coleção, que não deve receber nova tiragem.

Na segunda-feira (7), quando a polêmica estourou, o estilista e dono da marca, Sergio Kamalakian negou ser homofóbico. "A coleção tem a veia irreverente da marca. Foi feita para quem quer torcer pelo Brasil, mas não quer usar camisa da seleção. É uma resposta a tudo que o Maradona já disse ao Brasil, ao Pelé. Não é homofóbica", disse.

 

No salto

Neste fim de semana compartilhamos a coreografia deliciosa de Yannis Marshall em Paris sob o som das Spice Girls. Yannis ficou conhecido como o mais famoso professor de Street Jazz Style no salto alto. Seu estilo próprio e suas habilidades no salto alto já foram destaques em muitas revistas mundiais e programas de televisão. No Youtube, seus videos ja bateram mais de 2 milhões de visualizações. Confira o vídeo acima.

 

Justa Homenagem

A Revista SEMANA ON foi escolhida como destaque na categoria “Mídias/Notícias” do “Troféu Apolo Amigos da Causa”, oferecido pela Rede Apolo – Rede de Homens Gays e Bissexuais de Mato Grosso do Sul para homenagear os apoiadores e ações de fortalecimento da diversidade sexual.

A premiação, que se estenderá a personalidades de segmentos e setores sociais, dentre autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, Ministério Público, jornalistas, comunicadores, educadores, juristas, ativistas, escritores, religiosos e mídia, acontece no dia 5 de maio, às 19h, com o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), durante a I Semana Apolo da Diversidade Cultural LGBT.

Desde sua fundação, em novembro de 2011, a SEMANA ON tem se engajado no combate ao preconceito de gênero e orientação sexual, sendo a primeira revista digital do Centro Oeste a manter esta coluna semanal voltada ao público LGBT, assinada pelo jornalista Guilherme Cavalcante.

O prêmio destaca a coluna True Colors, além de “importantes matérias de capa como a repercussão da regulamentação do ‘Casamento Homoafetivo’ em Mato Grosso do Sul (abril/2013), que têm sido eficazes ferramentas de propagação de informações de qualidade no combate à lógica de preconceito e discriminação por que passam as pessoas do segmento LGBT”.

A Rede Apolo – Rede de Homens Gays e Bissexuais de Mato Grosso do Sul é uma associação civil autônoma que tem como objetivos, mediante projetos e ações sociais, culturais e políticas, defender e promover amplamente os Direitos Humanos e, estritamente, os Direitos Humanos LGBT, combatendo toda e qualquer forma de discriminação por raça, etnia, sexo, nacionalidade, classe social, convicção ou ideologia política, orientação sexual, identidade de gênero, ou religiosa.

 

O colunista Guilherme Cavalcante está de férias, circulando pelo Velho Mundo. Nas próximas três semanas a coluna True Colors será produzida pela equipe Semana On.


Voltar


Comente sobre essa publicação...