Semana On

Domingo 28.nov.2021

Ano X - Nº 469

Coluna

O italiano vem aí?

André admite que pode disputar sucessão do prefeito Alcides Bernal

Postado em 24 de Junho de 2016 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O ex-governador André Puccinelli declarou que deve decidir até o fim deste mês se vai voltar a se candidatar ou não à cadeira de prefeito de Campo Grande neste ano. A afirmação foi feita depois de apelo feito por deputados e vereadores do partido em reunião do diretório regional do PMDB nesta sexta-feira, conforme havia sido aqui antecipado no início da semana. André, que até então dizia que não seria candidato, afirmou que ficou estimulado a participar da eleição diante dos apelos dos correligionários, mas que vai consultar a família antes de tomar qualquer decisão. O anúncio será feito em nova reunião já marcada para às 19h do dia 30 no PMDB.

Leia mais no Marco Eusébio in Blog

 

PT lança Alex para prefeito da Capital

O diretório municipal do PT lançou a pré-candidatura do vereador Alex à Prefeitura de Campo Grande. O nome de Alex para a sucessão do prefeito Bernal (PP) não é unanimidade no PT. Além de o ex-governador e deputado federal Zeca ser simpatizante de uma possível candidatura do colega deputado Dagoberto Nogueira (PDT), existe uma ala alinhada mais à esquerda da sigla que defende a candidatura do deputado estadual Pedro Kemp na Capital (leia aqui).

Leia mais no Marco Eusébio in Blog

 

Articulação de Esquerda do PT faz apelo em carta aberta para Pedro Kemp virar candidato

A corrente Articulação de Esquerda (AE) do PT fez um apelo em carta aberta ao deputado estadual Pedro Kemp para que lance sua pré-candidatura. "Acreditamos que o deputado estadual Pedro Kemp reúne as características ideais para o pleito" diz trecho do texto, que acrescenta: "Por isso, fazemos um apelo ao companheiro que disponibilize seu nome ao partido nessas eleições municipais. Pedro Kemp para Prefeito representará o contraponto necessário às barbáries elitistas e populistas que pretendem jogar nossa cidade no rumo do ódio, do cinismo, da desesperança, da exclusão e do subdesenvolvimento. Uma candidatura petista com Pedro Kemp à frente representará nosso inarredável compromisso com a ética na política". Leia aqui a íntegra da carta aberta postada pela AE no Facebook.

Leia mais no Marco Eusébio in Blog

 

'Contra burguês', Suel será candidato pela quarta vez à Prefeitura de Campo Grande

Nas eleições deste ano se repete um nome radical para a Prefeitura de Campo Grande. O servidor público Suel Ferranti teve sua pré-candidatura lançada ontem pelo PSTU. Será a quarta vez que Suel vai disputar o cargo. Ele afirma que os governos do "PT, PMDB, PP e PSDB e tantos outros não atenderam e nem atenderão as reivindicações expressadas nas ruas", e diz que "é obrigação da esquerda revolucionária apresentar uma alternativa aos trabalhadores e setores oprimidos nestas eleições". "É necessário que Campo Grande conheça a força de suas trabalhadoras e trabalhadores. Os governos hoje existentes (federal, estadual e municipais) fizeram uma opção de classe, voltaram-se para a burguesia, para o latifúndio, para o agronegócio. Privilegiam empreiteiras e grandes empresas, enquanto os hospitais estão caindo aos pedaços, não tem investimentos na educação, faltam moradias e condições ao povo pobre", discursou Suel.

Leia mais no Marco Eusébio in Blog

 

Paulo Bernardo e o novo japonês da Federal

Da Vera Magalhães no blog Radar da Veja: "O ex-ministro Paulo Bernardo reagiu com relativo bom-humor à prisão preventiva nesta quinta-feira. Talvez porque já esperasse a medida. Como havia um nipônico no grupo de policiais que foi efetivar a prisão, no apartamento funcional do Senado em que ele mora com a mulher, Gleisi Hoffmann, e os filhos, Bernardo não perdeu a chance de fazer referência a Newton Ishii, o 'japonês da Federal', que agora também está preso. 'É obrigatório ter um japonês na equipe?', perguntou o ex-ministro aos policiais, que reagiram com sorrisos constrangidos."

Leia mais no Marco Eusébio in Blog

 

MS poderá ser 1º com saneamento básico em 100% dos municípios, afirma Azambuja

Mato Grosso do Sul poderá se tornar o primeiro estado do Brasil a levar saneamento básico para a população de todos os seus municípios. Essa é a meta a ser atingida em dez anos pelo governo estadual por meio de parcerias público-privadas (PPPs), disse hoje o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ao lançar o projeto na Sanesul. Edital para o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) foi publicado hoje no Diário Oficial, dando início ao recebimento de estudos técnicos para a concretização do projeto. Os investimentos são estimados em R$ 3,9 bilhões, somando obras de infraestrutura, operação e manutenção do sistema, considerando-se um tempo de contrato de 30 anos.

Leia mais no Marco Eusébio in Blog

 

Alea jacta est

Numa descontraída roda de assessores políticos em Campo Grande, saiu a seguinte pergunta: – "O Mochi é melhor como presidente do PMDB ou da Assembleia?" Um gaiato indagou: – "Melhor pra quem?" Como ninguém arriscou um palpite, a bolsa de apostas e o assunto foram encerrados.

Leia mais no Marco Eusébio in Blog


Voltar


Comente sobre essa publicação...