Semana On

Quinta-Feira 11.ago.2022

Ano X - Nº 499

Coluna

Pré-inverno 2016

Quais são as cores, as estampas e as padronagens das grifes internacionais.

Postado em 03 de Junho de 2016 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Enquanto o Brasil sofre de calor (e seca!), as marcas internacionais já lançaram as coleções de pré-inverno 2016, que aquecem os fashionistas do hemisfério Norte no fim deste ano que acaba de começar. Demos uma olhada no que propõem as marcas que vendem no Brasil para você já ter em mente o que vai encontrar por aqui.

ANIMAL PRINT COLORIDO OU ESTILIZADO

A estampa que já foi sinômino de cafona (depois de chic, depois de cafona de novo...) é renovada com variações de cor ou de recursos gráficos sobre o motivo tão adorado pelas brasileiras. Portanto, aguarde ainda mais opções de oncinhas, zebras e girafas nos próximos invernos.

PADRONAGENS MASCULINAS

As tradicionais padronagens de alfaiataria masculina, como risca-de-giz e príncipe-de-Gales, ganham novas escalas, cores e modos de usar. Tudo para tirar o ar sério e encher de informação de moda o guarda-roupa profissional (que, mais do que nunca, poderá sair direto para o happy-hour...)

CONJUNTINHOS ESTAMPADOS

Saia e jaquetinhas com a mesma estampa maximalista (floral ou abstrata) são uma alternativa de meia-estação, para manter o corpo aquecido sem perder a vibração dos looks de verão. Mais coloridos do que um twin-set profissional, em tweed, devem aparecer também nas ruas e nas baladas.

CONJUNTOS LISOS

Fugindo das estampas, as cores vivas podem facilitar o uso dos conjuntos. É tipo um terninho, porém atualizado.

TERNINHOS PRETOS

Conjunto mais clássico de todos, o terninho preto perde seu traço masculino e aparece com as barras curtas, bocas amplas e paletós redesenhados. As executivas vão adorar, pois podem montar looks mais contemporâneos sem descumprir os dress-codes empresariais.

BEGE

O neutro da próxima temporada de frio é mais amarelado e menos rosado que o nude que reinou por muito tempo. Na maioria das vezes, foi usado em tom sobre tom, em pequenas variações de gradação. É uma cor difícil, que deixa as mulheres com o rosto apagado (tanto as branquelas quanto as negras!).


Voltar


Comente sobre essa publicação...