Semana On

Sexta-Feira 12.ago.2022

Ano X - Nº 499

Coluna

Últimas conversas

Filme póstumo de Coutinho tem estreia tímida em poucas salas.

Postado em 15 de Maio de 2015 - Danilo Custódio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

“É por isso que não dá pra rejeitar nada, nem aceitar inteiramente tudo” diz o grande mestre samurai sensei faixa preta Eduardo Coutinho, no último filme de sua carreira. O cineasta morreu tragicamente há pouco mais de um ano e suas últimas conversas foram com alguns adolescentes. Nesse filme, a profundidade do conteúdo promete ser incrível se considerarmos que o melhor entrevistador que já existiu no mundo conhecido está frente a frente com a força da juventude. E se tem algo que o Coutinho faz com maestria, é conversar. Últimas Conversas é a estreia da semana que todos precisam ver, mas infelizmente o filme circula devagar, no ritmo que o mercado exige. Ele já foi exibido em festivais, bem como no Instituto Moreira Salles e agora chega ao Espaço Itaú de Cinema. Se o encontrar por ai, não perca a chance de assistir!

 

Mad Max

Nessa semana realizei mais um sonho de garoto: ver Mad Max 2 no cinema. Foi incrível. Aqueles planos gerais feitos em tele que vão fechando num zoom gigante que chega bem pertinho é lindo de ver na telona. E a grande estreia da semana do agitado mercado hollywoodiano é Mad Max: Estrada da Fúria, quarto filme da franquia de George Miller, que chega às telonas com o grande diferencial de ter recebido saudosos aplausos em Cannes, durante sua estreia mundial. Na quarta passada, na sessão antes da exibição do 2, tive a satisfação de ver um trailer estendido apresentado pelo próprio George Miller. Esse novo filme tem imagens e sons realmente surpreendentes. Estou aqui me programando pra ir ver nesse final de semana, bora lá?

 

Vampiro de verdade

Amantes Eternos é o filme mais recente do cineasta americano Jim Jarmush, um brilhante diretor que tem no currículo obras impressionantes como Sobre Café e Cigarros e Estranhos no Paraíso. Escrito e dirigido por ele próprio, Amantes Eternos é um filme que leva a mitologia universal do vampiro muito a sério. Fãs da Anne Rice irão se deliciar. E fã confesso que sou do Storyteller de Mark Rein Hagen, achei sensacional a abordagem do romance. Jarmush prova que realmente sabe o que está fazendo. E não é preciso gostar do gênero, porque a beleza da narração vai além dos clichês do vampiro. Está na humanização da maldição. É um cinema belíssimo. É uma obra incrível.

 

Visões periféricas

Encerra nessa segunda feira (18) o prazo de inscrição para a sétima edição do festival Visões Periféricas, que acontecerá no Rio de Janeiro de 18 a 23 de agosto. As possibilidades de inscrição são nas mostras Visorama, que contempla filmes de até 30min produzidos por alunos de oficinas, escolas livres e projetos de formação audiovisual; Fronteiras Imaginárias, que contempla filmes de até 30min produzidos por realizadores independentes e coletivos de audiovisual; Tudojuntoemisturado, que contempla filmes de até 5min produzidos por qualquer realizador, através de dispositivos móveis (nessa mostra são aceitos remixagens, mashups e videoclipes); e, por fim, a Panorâmica, que contempla filmes com duração de pelo menos 40’ (uma mostra de médias e longas). Tem um filme ai? Bora inscrever?

Na Ancine

Site oficial

 

Educação

Negligenciada pela mídia, a luta pela educação continua... E não só no Paraná.


Voltar


Comente sobre essa publicação...