Semana On

Segunda-Feira 08.ago.2022

Ano X - Nº 499

Mato Grosso do Sul

Riedel vê cultura como ponto estratégico para o desenvolvimento do Estado

Pré-candidato ao Governo do Estado, ele destaca Lei que cria campanha para doação de livros e revistas a bibliotecas públicas de MS

Postado em 22 de Julho de 2022 - Redação Semana On

Foto: Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O pré-candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel (PSDB), ressaltou o papel da cultura na construção de uma sociedade saudável. Segundo ele, o fortalecimento e ampliação de projetos culturais nos próximos anos será um fator estratégico para o Mato Grosso do Sul.

Riedel citou como exemplo a ser seguido a nova lei estadual que prevê a realização de uma campanha de doação de livros e revistas para bibliotecas públicas do Mato Grosso do Sul. A iniciativa, sancionada pelo Governo do Estado, vai ocorrer na primeira quinzena do mês de outubro de cada ano. As doações poderão ser feitas tanto por pessoas físicas como jurídicas. “É uma medida simples que cria uma importante ferramenta de apoio e fomento à cultura, assim como à educação, contribuindo para as bibliotecas públicas do Estado”, afirmou Riedel.

“A cultura é um impulsionador educacional e de formação humana. Otimizar as ações e eventos em todas as regiões do Estado, fomentar a produção cultural local, deve ser uma de nossas prioridades nos próximos anos”, afirmou o pré-candidato.

Segundo Riedel – que em suas passagens pelas secretarias de Governo e Infraestrutura teve papel fundamental no direcionamento de recursos e infra para eventos do setor - nunca se investiu tanto com resultados na área cultural em MS, e nos próximos anos este olhar especial sobre o setor será fortalecido. “O fomento à cultura exige políticas públicas e investimentos. No caso do nosso estado, há ainda a necessidade de observarmos nossas vocações, como o meio ambiente e o turismo. Por isso, a cultura deve estar atenta a estas especificidades, ligando uma coisa à outra”, afirmou.

Cultura, turismo, meio ambiente, políticas de inclusão social e interação social com respeito à pluralidade são temas que andam juntos, reforçou o pré-candidato. Para ele, esses são conceitos que devem nortear as políticas públicas culturais, de promoção da cidadania e afirmação da identidade cultural.

“Nossa diversidade cultural se destaca por sua associação ao meio ambiente e ao turismo. A música e a culinária são os componentes desta genética, que traz ainda os ingredientes do artesanato, das artes plásticas e artes visuais, integração que dá visibilidade aos dois grandes festivais promovidos no Estado - o de Inverno de Bonito e o América do Sul em Corumbá. Esses são eventos que continuarão a ser incentivados e aprimorados pelo Governo do Estado”, assegurou Riedel.


Voltar


Comente sobre essa publicação...