Semana On

Segunda-Feira 08.ago.2022

Ano X - Nº 499

Mato Grosso do Sul

MS autoriza aplicação da 4ª dose da vacina contra Covid em pessoas acima dos 35 anos

Estão aptos a receber esse reforço aproximadamente 80 mil cidadãos que já tomaram as três doses do imunizante

Postado em 21 de Julho de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Desde quinta-feira (21), pessoas com idade entre 35 e 39 anos estarão autorizadas a tomar a 4ª dose da vacina contra a Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Estão aptos a receber esse reforço aproximadamente 80 mil cidadãos que já tomaram as três doses do imunizante.

A decisão de ampliar o público-alvo da 2ª dose de reforço da vacinação (4ª dose), já liberada para indivíduos de 40 anos ou mais, foi anunciada pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário estadual de Saúde, Flávio Britto.

“Estamos ampliando essa etapa vacinal e pedindo para aqueles que ainda não tomaram a dose de reforço que busquem as unidades de saúde para fazer o complemento. Lembrando que hoje 90% das pessoas que vão a óbito por Covid no Estado não tomaram a vacina”, destacou o governador.

“Temos doses suficientes para atender todo o público-alvo. O Estado está preparado não só aqui no almoxarifado da SES (Secretaria de Estado de Saúde), como em todos os municípios. Temos doses suficientes para começar essa vacinação”, completou Flávio Britto.

Recomendações

Já liberada para indivíduos de 40 anos ou mais, a aplicação da 2ª dose de reforço da vacina contra a Covid-19 (4ª dose) em pessoas de 35 a 39 anos deve seguir algumas regras.

O reforço só pode ser administrado quatro meses após a aplicação da 3ª dose. Preferencialmente, devem ser utilizadas vacinas da plataforma de RNA mensageiro, como a Pfizer, ou, de maneira alternativa, vacinas de vetor viral, como AstraZeneca e Janssen.

Mulheres atualmente gestantes ou puérperas com 35 anos ou mais que receberam anteriormente as vacinas CoronoVac, Pfizer, AstraZeneca ou Janssen estão aptas a receberem um segundo reforço com a vacina Pfizer (mRNA). Em locais onde a Pfizer não estiver disponível, poderá ser utilizada a Coronavac como reforço.

As recomendações também são válidas para pacientes imunocomprometidos. Cada prefeitura municipal é responsável pela organização do calendário de vacinas.

Apoio financeiro às salas de vacina

Ao anunciar a ampliação do público-alvo da vacina da Covid-19, o governador Reinaldo Azambuja também comunicou que o Estado vai repassar incentivo financeiro de R$ 2,5 milhões às salas de vacina de todo o Mato Grosso do Sul, com o objetivo de aumentar a aplicação dos imunizantes contra todas as doenças.

“Estamos dando R$ 5 mil para cada uma das 508 salas de vacina para pagar plantão e diárias aos aplicadores. Isso para ampliar os horários para tentar chegar na meta de vacinação”, explicou o governador.


Voltar


Comente sobre essa publicação...