Semana On

Segunda-Feira 08.ago.2022

Ano X - Nº 499

Cultura e Entretenimento

Rede social é utilizada para estudar ‘Clube do Manoel’ na EE Arlindo de Sampaio Jorge

Estudantes vêm postando desenhos, letterings, vídeos, caricaturas, biografia, obras e muitas outras coisas relacionadas ao poeta Manoel de Barros

Postado em 30 de Junho de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de CG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

No início do ano, diversas escolas da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul (REE/MS) inseriram em sua grade a disciplina itinerária intitulada de “Clube do Manoel”. Entre elas, a Escola Estadual Arlindo de Sampaio Jorge, localizada no Bairro Moreninha II, em Campo Grande, sob orientação do professor de Língua Portuguesa e da disiciplina de Clube de Manoel, Lucas Lester Pereira Ipólito.

O professor propôs aos seus alunos que de fato fizessem um “Clube”, entretanto, que não ficasse somente entre as quatro paredes da sala de aula, mas que propagasse na rede social “Instagram”, onde este (@clubemanoelasj) teria o propósito de estudar profundamente e divulgar ainda mais Manoel de Barros.

Clube do Manoel ASJ

Com isso, formaram o “Clube do Manoel ASJ” e há pouco mais de um mês eles vêm postando desenhos, letterings, vídeos, caricaturas, biografia, obras e muitas outras coisas relacionadas ao nosso poeta amado.

O professor Lucas Ipólito quando recebeu a proposta de ministrar esta disciplina, a única certeza que ele tinha em mente era de que não faria mural biográfico com fotos, não levaria os alunos a lerem um livro de Manoel de Barros por obrigação, “mas, queria formar um grupo onde os alunos pudessem fazer parte dele e também sentissem vontade e gosto ao buscar da biografia, das obras e de outros materiais que temos neste mundo sobre Manoel”, enfatiza.

Os estudantes Kennedy da Silva Constantino e João Vitor Martins dos Santos, do 2º ano do Ensino Médio afirmam que ter escolhido esta disciplina e participar do clube foi uma das suas melhores decisões, pois os ajudaram a romper as barreiras da timidez e os têm levado a verem com outros olhos sobre o ato de falar em e com o público.

Já a aluna Larissa Corrêa Rocha de Oliveira, do 2º ano do Ensino Médio, ressalta o fato de que vê com bons olhos a forma como esta disciplina vem sendo trabalhada e avaliada, “afinal, as metodologias que são mais agradáveis e eficazes. Percebemos que a substituição das avaliações tradicionais por avaliações atuais e mais dinâmicas (produção de material para o Instagram) tem sido mais instigante e atraente para a aprendizagem”, relata Larissa.

“A turma do “Clube do Manoel ASJ” pontua em voz uníssona que cursar esta e outras disciplinas itinerárias tem sido fantástico, pois cada dia é superado os desafios e trabalhos que lhes são propostos”, relata diretora Rosana Cristina Ferreira Soares.


Voltar


Comente sobre essa publicação...