Semana On

Quinta-Feira 30.jun.2022

Ano X - Nº 493

Mato Grosso do Sul

Riedel: ‘Nos próximos anos vamos fortalecer MS como polo nacional de investimentos’

Pré-candidato ao Governo do Estado, ele pretende alavancar a atração de indústrias

Postado em 15 de Junho de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Desde 2015, a economia sul-mato-grossense cresceu exponencialmente. Antes escondido economicamente no Centro-Oeste, à sombra de Mato Grosso e Goiás, Mato Grosso do Sul passou a ser reconhecido como potencial concorrente na atração de investimentos. Houve melhora de todos os indicadores (econômico, fiscal e social), o que aumentou a credibilidade do Estado perante organismos nacionais e internacionais.

Para Eduardo Riedel, pré-candidato do PSDB ao Governo do Estado, esta realidade é fruto dos programas de austeridade fiscal e execução de políticas públicas implementados neste período. Riedel não tem o hábito de se colocar como protagonista deste processo. Mas é. Sob sua batuta – quando titular das pastas de Governo e Infraestrutura - Mato Grosso do Sul cresceu, passando a integrar, segundo a estimativa de consultorias nacionais e internacionais, o seleto grupo dos Estados mais competitivos, como São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Espírito Santo.

“Para continuarmos fortalecendo a economia do Estado, temos que ampliar as condições para a instalação de novos empreendimentos. Nos próximos anos, vamos ampliar os programas que beneficiarão todos os setores e, consequentemente, aumentar a oferta de empregos”, assegurou o pré-candidato.

As exportações de Mato Grosso do Sul aumentaram 16,88% no acumulado de janeiro a maio de 2022 em relação a igual período de 2021, com destaque para as vendas externas de soja, celulose, carne bovina e de aves. No total, em termos de valores, as transações do comércio exterior sul-mato-grossense somaram US$ 3,399 bilhões nos cinco primeiros meses de ano, e no mesmo intervalo do ano passado foram US$ 2,908 bilhões.

A balança comercial do Estado apresentou superávit, alcançando cerca de US$ 2,027 bilhões, valor 2,71% superior ao verificado de janeiro a maio de 2021 (US$ 1,973 bilhão). Os dados estão na Carta de Conjuntura do Setor Externo do mês de junho, elaborada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

“Estes resultados são fruto da confiança que construímos junto ao setor produtivo. Esta sensação de pujança econômica e bom relacionamento entre poder público e iniciativa privada é o que buscaremos para manter o Mato Grosso do Sul em ritmo de crescimento”, explicou Riedel.

O pré-candidato lembrou, ainda, a força da indústria neste processo. “Nossa indústria tem gerado recordes, como o de maior receita com exportações de produtos industrializados”. Dados da Fiems indicam que o setor industrial abriga o terceiro maior contingente de trabalhadores com carteira assinada em Mato Grosso do Sul. “E vamos trabalhar ainda mais para dar mais robustez a esta realidade”, concluiu.


Voltar


Comente sobre essa publicação...