Semana On

Quinta-Feira 30.jun.2022

Ano X - Nº 493

Mato Grosso do Sul

Governador sanciona lei que trata do atendimento à saúde mental de vítimas de Covid-19

Mato Grosso do Sul registra 3.516 novos casos de Covid e seis óbitos

Postado em 10 de Junho de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Lei estadual sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja trata de atendimento à saúde mental das vítimas de Covid-19, em Mato Grosso do Sul. Entre as medidas está a participação de equipes multidisciplinares neste tratamento, que deve seguir as diretrizes estabelecidas pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

De autoria do deputado Marçal Filho, a lei prevê que ações e serviços sejam executadas por programas já implementados pelos órgãos responsáveis, além de outros que podem ser instituídos para esta finalidade.

Os familiares que perderam seus entes vítimas de Covid também poderão receber o devido tratamento, que será realizado no modelo presencial ou à distância, de acordo com as regras de cada modalidade.

O Poder Público poderá realizar campanhas de conscientização sobre a importância da assistência à saúde mental às vítimas da doença, com devidas orientações sobre sentimentos como medo e estresse, entre outros.

“A preocupação com a saúde mental da população se intensifica durante uma grave crise social. Um evento como este ocasiona perturbações psicológicas e sociais, que afetam a capacidade de enfrentamento de toda a sociedade. Por esta razão algumas medidas devem ser tomadas”, descreveu o autor.  A lei foi publicada no último dia 8, no Diário Oficial do Estado.

Novos casos

Apesar do aumento do número de casos confirmados, as internações e óbitos por Covid mantêm números baixos em Mato Grosso do Sul, conforme Boletim Epidemiológico semanal divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde no último dia 7.

O boletim apresenta 3.516 casos novos de Covid na última semana. Destes, o município com maior incidência é Campo Grande, com 1.582, seguido por Dourados (222), Naviraí (106), Chapadão do Sul (105), Coxim (91) e Três Lagoas (91). Os números das outras cidades podem ser conferidos aqui.  

Dos seis óbitos novos presentes no boletim, apenas um ocorreu na última semana epidemiológica. Os outros cinco ocorreram em datas posteriores, sendo dois óbitos referentes a maio e junho de 2021. As vítimas tinham idades entre 72 a 93 anos.

De 4.307 casos ativos no Estado, 37 são pessoas hospitalizadas. 27 estão em leitos clínicos e dez em leitos de UTI.

A taxa de ocupação de leitos UTI/SUS adulto por macrorregião de internação é de 68% em Campo Grande, 48% em Dourados, 53% em Corumbá e 24% em Três Lagoas.


Voltar


Comente sobre essa publicação...