Semana On

Quinta-Feira 30.jun.2022

Ano X - Nº 493

Mato Grosso do Sul

Riedel: ‘Futuro do MS passa por políticas de desenvolvimento sustentável’

Na semana Mundial do Meio Ambiente, pré-candidato destaca importância do tema para o Estado

Postado em 07 de Junho de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

“Nosso Estado tem sido um exemplo da aliança entre meio ambiente e desenvolvimento. Nos últimos anos implementamos políticas de desenvolvimento sustentável, especialmente no que se refere a descarbonização. Para isso, promovemos a cooperação para o financiamento, incentivos, desoneração, capacitação, desenvolvimento, transferência e difusão de tecnologias e de processos. Ampliaremos estas políticas nos próximos anos”, disse o pré-candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel.

Entre os projetos destacados por Riedel – e que tiveram seu carimbo de gestão quando ele capitaneou as secretarias de Governo e Infraestrutura – estão a produção de carne orgânica sustentável, integração Lavoura-Pecuária Floresta (ILPF), programa de recuperação de solos e mananciais, crédito para FCO Verde, geração de energia limpa por meio de biogás na suinocultura, energia solar e de biomassa de cana e madeira. “São programas que tem como objetivo nos colocar na dianteira da corrida pela certificação de Carbono Neutro até 2030, e que tem atraído a atenção de governos e empresas dentro e fora do país”, assegurou o pré-candidato.

O protagonismo das ações que promovem a sustentabilidade motivaram o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, por meio da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação – SDI a realizar hoje (06) um grande evento em prol da AGENDA CARBONO VERDE do Agro.

Algumas das principais lideranças políticas, empresariais e ambientais do Brasil estarão reunidas nesta segunda-feira, em Campo Grande, durante o Seminário de Iniciativas Descarbonizantes da Agropecuária Brasileira. No Bioparque Pantanal, serão apresentadas e discutidas estratégias corporativas, projetos e cases produtivos, nos quais a sustentabilidade como motor para impulsionar os negócios verdes.

Gestores públicos, formadores de opinião, produtores rurais, técnicos de assistência técnica e extensão rural, profissionais liberais e sociedade civil organizada terão a oportunidade de conhecer as iniciativas que têm levado o setor agropecuário brasileiro a se destacar na Agenda de Carbono internacional.

Serão apresentados durante o dia os programas realizados por Mato Grosso do Sul na busca pela certificação de Carbono Neutro. Para Riedel, esta é mais uma oportunidade do Estado demonstrar a possíveis investidores que está interessado em manter-se em destaque na promoção de políticas de redução voluntária de emissões de gases de efeito estufa em cadeias e produtos agropecuários, por meio do uso de boas práticas agropecuárias.

“São políticas que unem preservação e desenvolvimento, e que colocam o Mato Grosso do Sul em uma posição de destaque para investidores que, cada vez mais, percebem a importância de aliar estas duas pontas em prol de um futuro sustentável e rentável”, concluiu Eduardo Riedel.


Voltar


Comente sobre essa publicação...