Semana On

Quinta-Feira 30.jun.2022

Ano X - Nº 493

Mato Grosso do Sul

Riedel: ‘Programa Mais Social garante dignidade em tempos de dificuldade’

No período de frio intenso, ações impulsionadas pelo pré-candidato ao Governo garantem alimento e agasalhos para a população em situação de vulnerabilidade

Postado em 24 de Maio de 2022 - Redação Semana On

Foto: Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O pré-candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel (PSDB), teve papel fundamental na criação do Programa Mais Social quando esteve à frente da secretaria estadual de Governo. Hoje, o programa mostra sua importância de forma ainda mais forte diante da onda de frio extremo que atinge partes do país, e também o Mato Grosso do Sul.

“A pandemia jogou um grande número de famílias para a pobreza, aumentando a carestia. São pessoas que já viviam de empregos temporários e precários, ou que estavam desempregadas e sem renda garantida. São famílias, muitas vezes invisíveis para o restante da sociedade. Tivemos a sensibilidade de desenvolver o Mais Social, que agora serve como um alento para estas pessoas”, afirmou Riedel.

O programa Mais Social fornece um auxílio financeiro de R$ 300 para famílias em situação de vulnerabilidade. O benefício foi criado ano passado soba batuta de Eduardo Riedel, junto com um pacote de outras ações, para socorrer os mais atingidos pela pandemia da Covid-19. O recurso pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida e de itens de higiene. Os beneficiados também podem usar o cartão para a compra de gás de cozinha (GLP).

A maioria das pessoas que hoje se beneficiam do programa vive de bicos, e não sabem ao certo quando poderão voltar a retomar a vida de antes. “Por isso, trata-se de um recurso importante para quem sofre com orçamento apertado e tem que pagar as contas e garantir o alimento de cada dia”, afirmou o pré-candidato.

O programa foi criado por Eduardo Riedel em 2021, com a intenção de combater a insegurança alimentar no Estado, permitindo a seleção de famílias carentes para receber esta ajuda mensal, em uma medida que será permanente e não apenas temporário. No ano passado, o governador Reinaldo Azambuja ampliou o valor do benefício que passou para R$ 300 reais mês. A decisão veio em bom momento para engrossar a rendas das famílias que vivem com renda abaixo do salário mínimo e sofrem com as altas dos preços dos alimentos e do gás de cozinha, item que figura hoje como um dos vilões do orçamento familiar na hora de garantir o arroz com feijão na mesa desses sul-mato-grossenses.

AQUEÇA UMA VIDA

Outra ação destacada por Riedel combate o frio que, neste ano, promete ser mais intenso.  “Ampliamos a meta para a arrecadação de cobertores e agasalhos que são distribuídos para famílias em situação de vulnerabilidade. Todos os anos, desde 2016, a campanha ‘Aqueça uma vida’, do Governo do Estado tem o objetivo de recolher mantas, cobertores e roupas de frio para doação”, explica o pré-candidato.


Voltar


Comente sobre essa publicação...