Semana On

Quinta-Feira 30.jun.2022

Ano X - Nº 493

Legislativo

Após representação, MPMS abre inquérito contra Flexpark

Representação foi protocolada pelo deputado Paulo Duarte

Postado em 18 de Maio de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa da ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Em razão de representação protocolada pelo deputado estadual Paulo Duarte (PSB), junto ao Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS), solicitando providências em relação aos créditos do estacionamento rotativo, em Campo Grande, pagos pelos consumidores à Flexpark, o MPMS abre investigação contra a empresa e recomenda devolução imediata de valores recebidos. Mesmo ciente do encerramento da concessão, a empresa continuou vendendo créditos do estacionamento rotativo, na capital, e após a finalização do contrato não devolveu o dinheiro dos créditos que ficaram em a ver.

A recomendação e a abertura de inquérito foram expedidos no último dia 10. Nos documentos, o Ministério Público MS Metro Park Administração solicita as seguintes providências: devolução imediata aos consumidores de todos os valores em seu poder, angariados em razão de pagamentos antecipados de tarifa pelo serviço de estacionamento rotativo, a todos aqueles que almejarem e procurarem por

reembolso e que tiverem direito a tanto. Além disso, o MPMS orienta que sejam adotadas medidas de gestão empresarial e operacional com vistas a propiciar, de pronto e de imediato, o reembolso de valores reivindicados pelos consumidores que tenham adquirido os créditos.

O Ministério Público Estadual instaurou, ainda, instaurou inquérito civil para apurar possível lesão a direitos coletivos dos consumidores pela retenção de créditos, gerados com o pagamento antecipado de tarifa pelo serviço de estacionamento rotativo, com a não devolução de valores aos consumidores que almejam imediato reembolso.


Voltar


Comente sobre essa publicação...