Semana On

Quarta-Feira 25.mai.2022

Ano X - Nº 488

Poder

Lula tem 48,8% dos votos válidos e segue na liderança, diz pesquisa Ipespe

No segundo turno, o petista vence o atual presidente por 54% a 34%

Postado em 07 de Maio de 2022 - Plinio Teodoro (Fórum), Carta Capital - Edição Semana On

Ricardo Stuckert Ricardo Stuckert

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Lula mantém a liderança na disputa presidencial com 48,8% dos votos válidos, segundo pesquisa Ipespe divulgada na sexta-feira (6). Jair Bolsonaro (PL) marca 34% dos válidos no levantamento.

Nos votos totais, Lula oscilou um ponto para menos e foi de 45% para 44%. Bolsonaro manteve os 31% da pesquisa anterior.

Ciro Gomes (PDT), João Doria (PSDB) e André Janones (Avante) também mantiveram os mesmos índices, de 8%, 3% e 2%, respectivamente. Simone Tebet oscilou de 2% para 1% e Luiz Felipe d’Ávila marcou 1%. Outros candidatos não chegaram a 1%. 

Os números mostram uma tendência de estabilidade após a subida de Bolsonaro por causa da desistência de Sergio Moro (União) - quando saiu de um patamar estável, em torno de 26%, para os atuais 31%.

Apesar de oscilar um ponto para menos, Lula se mantém na margem de erro entre 43% e 45% desde dezembro do ano passado.

Na pesquisa espontânea, em que não são mostrados os nomes dos candidatos, a tendência também é de estabilidade. O petista manteve os 38% da pesquisa anterior e Bolsonaro oscilou um ponto para mais, de 28% para 29%. Os demais candidatos somam 9% e indecisos 17%. Brancos e nulos são 7%.

Segundo turno

No segundo turno, Lula vence Bolsonaro por 54% a 34% - mesmo placar da pesquisa anterior. 

O petista também vence Ciro (52% a 25%) e Doria (55% a 19%). Bolsonaro perde também para o candidato do PDT por 45% a 38% e vence Doria por 39% a 37%.

A pesquisa ouviu 1 mil eleitores por telefone entre os dias 2 e 4 de maio em todas as regiões do país. A margem de erro máximo estimada é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5%. O estudo está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-03473/2022.

Leia a pesquisa na íntegra

Lula mantém chances de vitória no primeiro turno, diz Vox Populi

Compilação de pesquisas eleitorais feita por Marcos Coimbra, do Vox Populi, também divulgada na sexta-feira (6) revela que mesmo diante do crescimento de Jair Bolsonaro, principalmente pela desistência de Sergio Moro, Lula mantém as chances de vitória no primeiro turno das eleições presidenciais.

Considerando apenas os votos válidos, na média das pesquisas presenciais em cenário estimulado - quando são mostrados os nomes dos candidatos -, Lula subiu de 48% para 51% entre março e abril. 

Jair Bolsonaro vem numa crescente desde fevereiro, quando tinha 29%: foi a 31% em março e chega a 33% em abril. A soma dos demais candidatos caiu de 21% para 16% no último mês.

Segundo Coimbra, as pesquisas mostram que há a antecipação do segundo turno em razão do "sentimento de uma parte expressiva da sociedade brasileira de 'resolver logo'".

"A pessoas estão muito insatisfeitas com o país, a taxa de preocupação com a economia, a saúde, a vida nas grandes cidades. O nível de insatisfação é inédito desde quando temos pesquisas de opinião para comparar com outros períodos. Desde quando temos como medir a opinião pública, nunca tivemos um período tão ruim. E as pessoas estão querendo acabar com esse período ruim. E, francamente, é obvio que essa eleição é entre Lula e Bolsonaro. Então, pra quê ficar com conversa fiada. Isso é o que o eleitor está pensando", diz Coimbra, lembrando que há mais de 80% de definição de votos tanto em Lula quanto em Bolsonaro.

Nas pesquisas por telefone, Lula mantém a liderança, subindo de 45% para 46%. Bolsonaro teve um boom com a saída de Moro, passando de 32% para 37%. A subida se deu quase na mesma proporção da queda de intenção de votos na terceira via, que foi de 23% para 17%.

Lula vence na aglutinação de pesquisas presenciais de segundo turno com 62% dos votos válidos, segundo o estudo do Vox Populi. Bolsonaro soma 38%. Nas pesquisas remotas, Lula tem 58% dos votos válidos contra 42% de Bolsonaro.

A rejeição ao governo Bolsonaro gira em torno de 50% tanto na média das pesquisas presenciais, quanto remotas. Nos estudos presenciais, 47% desaprovam Bolsonaro - 26% aprovam e a mesma proporção considera a gestão regular.

Na média remota, a rejeição vai a 51%, a aprovação a 30% e aqueles que classificam como regular são 17%.

Paraná Pesquisas: Lula lidera com 40%, Bolsonaro tem 35% e Ciro vai a 7%

Levantamento do Paraná Pesquisas divulgado na quarta-feira (4) também aponta que Lula lidera a corrida ao Palácio do Planalto com pouco menos de cinco pontos percentuais de vantagem sobre Bolsonaro.

O instituto entrevistou presencialmente 2.020 eleitores em 166 municípios nos 26 estados e no Distrito Federal entre 28 de abril e 3 de maio. A margem de erro estimada é de 2,2% para os resultados gerais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º BR-09280/2022.

Veja os resultados do principal cenário considerado para o primeiro turno na rodada de maio:

  • Lula (PT): 40%
  • Jair Bolsonaro (PL): 35,2%
  • Ciro Gomes (PDT): 7,4%
  • João Doria (PSDB): 3,2%
  • André Janones (Avante): 2,4%
  • Simone Tebet (MDB): 0,7%
  • Luciano Bivar (União Brasil): 0,2%
  • Luiz Felipe D’Ávila (Novo): 0,1%

Em outro cenário, sem Ciro, Lula cresce. Veja os números:

  • Lula: 42,6%
  • Bolsonaro: 35,7%
  • Doria: 4,9%
  • Janones 2,5%
  • Tebet: 1,2%
  • D’Ávila: 0,3%

No mais provável embate de segundo turno, Lula lidera com 46,4%, ante 38,7% de Bolsonaro. Em abril, a vantagem do petista era de 47,1% a 38,5%.

Lula também derrotaria Ciro, por 44,7% a 22,8%. O pedetista aparece numericamente atrás em uma projeção de disputa com Bolsonaro – 39,3% a 40,4% -, mas há empate técnico.


Voltar


Comente sobre essa publicação...