Semana On

Terça-Feira 17.mai.2022

Ano X - Nº 487

Legislativo

‘O laço comprido une, movimenta a economia e é a cara de Mato Grosso do Sul’, diz Paulo Corrêa

O presidente da ALEMS participou do Encontro de Laço do Retiro do Caracol

Postado em 05 de Maio de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa da ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

“É um esporte genuinamente sul-mato-grossense, está se fortalecendo a cada dia e precisa do nosso apoio, porque é parte da nossa cultura e da nossa tradição”, afirmou o deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), autor da Lei Estadual 2.630/2003, que transformou em esporte regional os torneios de laço comprido.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) participou do Encontro de Laço do Retiro do Caracol, durante as comemorações pelo aniversário de 57 anos do município, no último final de semana, e comemorou a retomada dos circuitos de laço, após dois anos de paralisação em virtude da pandemia.

“Os torneios de laço comprido têm a simpatia da população sul-mato-grossense, eles unem as pessoas, as famílias e aquecem a economia de vários municípios”, sintetizou. Representante do Clube de Laço União de Terenos, Rodrigo Oliveira destacou o universo de profissionais que tiram seu sustento das competições e agradeceu o apoio de Paulo Corrêa.

“A Federação de Clubes de Laço do Mato Grosso do Sul se orgulha de estar presente em 33 municípios do Estado, levando direta e indiretamente empregos ao município, desde a rede hoteleira, postos de combustíveis, supermercados, o clube do laço, juízes, locutores, barraqueiros, pessoal do manejo do gado, e agradecemos isso ao deputado estadual Paulo Corrêa, que foi o mentor do projeto de lei que transformou o laço comprido em um esporte regional”, disse.

Reconhecendo a importância de toda cadeia envolvida, Paulo Corrêa se colocou à disposição da Federação de Laço Comprido e dos 33 clubes de laço para ampliar as atividades de fomento ao esporte. “É muito importante que a gente apoie o esporte, os atletas e dê todo suporte necessário para que as competições aconteçam, agora com força total”, pontuou.

“Depois de dois anos sem os campeonatos, porque fomos obrigados a parar por uma questão de saúde pública seríssima, estamos voltando a todo vapor. Que seja uma temporada linda para ficar na história de Mato Grosso do Sul. Contem com nosso mandato para o que for necessário”, acrescenta.

Rodeio também é esporte oficial de MS

A lista de esportes oficiais de Mato Grosso do Sul também inclui, por proposição de Paulo Corrêa, os rodeios tradicionais e universitários, eventos reconhecidos por integrar famílias, proporcionar lazer e a competição saudável entre os atletas.

Na opinião de Corrêa, a certificação da modalidade como esporte oficial, por força da Lei Estadual, dá o merecido reconhecimento aos praticantes e estimula o turismo nos locais onde os eventos ocorrem.

“Os eventos que envolvem os rodeios tradicionais e os rodeios universitários em nosso Estado, cada dia mais têm o condão de incentivar a disputa salutar entre um grande número de atletas, tanto locais quanto de outras partes do país, portanto devem ser estimulados”, justificou Corrêa, ainda em 2014, quando apresentou o projeto na Assembleia Legislativa.

A partir da sanção, o esporte cresceu e Mato Grosso do Sul se tornou referência internacional na modalidade, com direito a peão sul-mato-grossense conquistando título mundial de rodeio   e prêmio milionário nos Estados Unidos.

José Vitor Leme é natural de Ribas do Rio Pardo e bicampeão mundial da Professional Bull Riders, de Las Vegas. Ele conquistou, em novembro de 2021, sua segunda fivela de ouro numa temporada marcada pela quebra de recordes que projetaram o jovem cowboy ao rol de grandes atletas mundiais de montaria.

“Não consigo colocar em palavras tudo que estou sentido agora, é tudo tão maravilhoso. Eu gostaria de agradecer a Deus por tudo isso. Estou tão feliz de colocar meu nome na história da PBR, é para isso que nós cowboys estamos aqui”, disse, emocionado com o troféu em mãos, em solo norte americano.

“José Victor Leme, de Ribas do Rio Pardo para o mundo, e com direito a maior nota da história da competição. Parabéns ao bicampeão mundial, orgulho de Mato Grosso do Sul”, parabenizou Corrêa.


Voltar


Comente sobre essa publicação...