Semana On

Sexta-Feira 20.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

Campanha do agasalho de 2022 tem meta de superar 60 mil arrecadações

Mais de 189 mil peças foram arrecadadas em seis anos. Só em 2021 foram 60 mil

Postado em 20 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Na companhia de secretários estaduais e de servidores públicos do Governo de Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja e a primeira-dama Fátima Azambuja lançaram no último dia 19 a 7ª Edição da Campanha do Agasalho "Aqueça uma Vida".

Ao lançar a campanha, Reinaldo Azambuja fez um balanço das arrecadações passadas e disse que a meta deste ano é superar o total de peças alcançadas em 2021.

"Mais de 189 mil peças foram arrecadadas em seis anos. Só em 2021 foram 60 mil. Todos os anos temos um crescimento, que demonstra o engajamento dos servidores, que oportunizam a distribuição de cobertores, roupas e agasalhos para mais de 300 instituições das 79 cidades. Isso faz muita diferença na vida de pessoas que não têm condições de comprar. E neste ano temos previsão de inverno bem rigoroso. Então, quanto mais engajamento melhor. Nosso grande desafio é bater o recorde de 2021 e tenho certeza que vamos conseguir", afirmou.

Madrinha da campanha desde a primeira edição realizada em 2015, Fátima Azambuja também comemorou os números e pediu empenho de todos na arrecadação deste ano. 

"Em todos esses anos nossas campanhas foram um sucesso. A gente teve a participação enorme do servidor público e ele não nos faltou em nenhum ano. As arrecadações foram enormes. As entidades atendidas, os bairros, todas as entregas deixam a gente muito feliz.  Iniciamos a campanha deste ano já agradecendo ao Governo do Estado que todos os anos nos fornece os cobertores que distribuímos para todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul", destacou.

Doações vão até maio

A 7ª Edição da Campanha do Agasalho "Aqueça uma Vida" segue até o dia 24 de maio em todas as secretarias, autarquias e fundações estaduais, onde serão colocadas caixas de arrecadação de peças de frio. 

Organizada pela Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), a campanha pretende arrecadar cobertores, agasalhos, luvas, cachecóis, camisas, meias, sapatos e outros itens de inverno novos ou em bom estado de conservação.  Apesar de ser uma campanha dos servidores públicos do Estado toda sociedade pode participar. 

"Fazemos hoje abertura da nossa campanha que vai durar um mês. Tenho certeza que posso contar com colaboração e solidariedade dos servidores. Ano passado tivemos arrecadação expressiva, foram mais de 60 mil peças arrecadadas. Na entrega dessas peças, nós conseguimos notar a necessidade das famílias, que precisam daquele cobertor e daquele agasalho. Às vezes é o único que tem para aquecer filhos. A gente vê o quanto um cobertor, uma meia e um agasalho faz diferença na vida dessas famílias. E é isso é o que nos move", pontuou a secretária Ana Nardes, da SAD.

Já a secretária Elisa Nobre, da Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), ressaltou a capacidade do poder público em movimentar ações sociais.

"Mato Grosso do Sul é o terceiro estado com menos famílias em situação de vulnerabilidade no Brasil. Isso nos alegra muito. A gente vê um trabalho conjunto que passa por toda nossa sociedade, mas que também é movido pelo Governo do Estado, que sempre abriu as portas para as famílias mais necessitadas. Hoje nós vemos toda a mobilização que é feita para o atendimento de uma família em situação de vulnerabilidade", disse. 

Representante das entidades beneficiadas com as campanhas, Marcina Vilhalba, da Associação Casa Solidária do bairro Nova Campo Grande, na Capital, agradeceu o empenho de todos que mobilizam a campanha do agasalho.

"Agradeço ao governador Reinaldo Azambuja e a Dona Fátima por tanto colaborar com nossa sociedade, em particular com a região da Nova Campo Grande, Jardim Carioca, Serradinho".

Já a deputada estadual Mara Caseiro, representando a Assembleia Legislativa e os parceiros da campanha, destacou as demais ações sociais executadas pelo Governo do Estado, como os programas Conta de Luz Zero, CNH Social e Mais Social.

"Eu não tenho dúvida que o senhor, governador, vai ficar marcado na história do Mato Grosso do Sul", opinou.

Balanço

Nas seis edições anteriores da ação solidária, 189.747 peças de roupas, sapatos, agasalhos e itens de inverno foram doadas pelos servidores públicos e entregues às famílias em situação de vulnerabilidade social do Estado, por meio de 300 instituições. 

Em 2015 foram 11,5 mil peças arrecadadas. Em 2016, 25,7 mil. No ano seguinte, os servidores juntaram 27 mil peças. Já em 2018 foram 28,4 mil e em 2019, 37 mil. No ano de 2020 a campanha foi paralisada por causa da pandemia de covid-19. Voltando em 2021, a ação arrecadou 60 mil unidades de roupas e cobertores, batendo o recorde de doações.


Voltar


Comente sobre essa publicação...