Semana On

Terça-Feira 17.mai.2022

Ano X - Nº 487

Campo Grande

Mais famílias realizam o sonho da casa própria por meio do Credihabita

Com prazo máximo de 300 meses e valor inicial de parcela não superior a 10% do salário mínimo vigente no dia da assinatura dos contratos

Postado em 14 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de CG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Mais 26 famílias realizaram no último dia 13 o sonho da casa própria com a celebração da assinatura dos contratos sorteados em setembro de 2021 para o Loteamento Oscar Salazar Moura da Cruz, localizado na Região Urbana do Segredo. Os lotes serão financiados diretamente pela Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Amhasf).

Com prazo máximo de 300 meses e valor inicial de parcela não superior a 10% do salário mínimo vigente no dia da assinatura dos contratos. As famílias poderão construir suas residências dando início ao sonho da própria. Este o caso de Kamila Foster, manicure, que comemorou o benefício. “Para mim é muito importante, pois vou sair do aluguel e vou ter a minha casa como eu esperava. Há 12 anos fiz o meu cadastro e agora fui sorteada. Só tenho a agradecer”, disse.

A prefeita Adriane Lopes ressaltou o compromisso da Prefeitura de Campo Grande com as pessoas. “Vocês depositaram em nós confiança e hoje estamos aqui com uma equipe técnica que tem responsabilidade e competência para entregar o que a população precisa. Antes se escolhiam para quem dariam os imóveis, hoje fazemos sorteio em praças públicas, dando a todos os mesmos direitos. A nossa meta é entregar até o fim desta gestão mais de 2 mil habitações para oportunidade às pessoas de construírem os seus sonhos”, afirmou.

A Lei do Sorteio em Praça Pública (Lei Complementar n. 299) foi publicada em de 29 de maio de 2017 e deu transparência ao processo de seleção. A Prefeitura já entregou mais de 3 mil moradias e entregará mais de 2 mil novas unidades.

“A modalidade oferecida – a do Credihabita – é de interesse social. Cada beneficiário recebe um cartão para aquisição de materiais de construção para que iniciem o projeto de edificação das suas casas”, afirmou Maria Helena Bughi.

A modalidade inovadora, de auxílio habitacional, foi criada pela Amhasf e proporciona à comunidade kits de materiais de construção e contratação de Assistência Técnica Especializada em Habitação de Interesse Social (ATHIS). Cada núcleo familiar que receber o benefício terá prestações sociais e prazo de pagamento de até 25 anos.


Voltar


Comente sobre essa publicação...