Semana On

Segunda-Feira 16.mai.2022

Ano X - Nº 487

Campo Grande

Prefeitura revitaliza Centro Especializado em Doenças Infecto Parasitárias

Parceria reúne o executivo municipal e a Fundação Oswaldo Cruz

Postado em 13 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de CG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, visitou as obras do Centro Especializado em Doenças Infecto Parasitárias (CEDIP). A visita técnica ao local, que está sendo reformado, através da parceria com o Projeto A Hora é Agora, da Fundação Oswaldo Cruz, vem ao encontro das ações estratégicas da gestão, para verificar andamentos das obras, prazos e valores investidos.

A obra teve início em dezembro de 2021 e a previsão é de que os trabalhos sejam concluídos ainda neste primeiro semestre (junho de 2022). Com a reestruturação completa que a unidade está passando, haverá uma melhoraria significativa no atendimento a população.

“Com esta revitalização nós iremos dar condições mais adequadas para que o usuário seja atendido e, consequentemente, para os servidores trabalharem. A melhoria na ambiência reflete diretamente na qualidade da assistência prestada à população”, destaca a prefeita de Campo Grande.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, atualmente, o Cedip conta com 3 mil usuários  ativos (cadastrados em acompanhamento) e oferta cerca de 200 consultas por semana nas especialidades de infectologia pediátrica e adulta, sendo referência para este tipo de atendimento no Estado. “Hoje o Cedip é responsável pelo maior volume de consultas e dispensação de medicamentos no Estado”, conclui o secretário de saúde.

O Centro Especializado em Doenças Infectoparasitárias é composto por três unidades de Saúde – O SAE – Serviço de Atendimento Ambulatorial, ADT – Atendimento Domiciliar Terapêutico e HD – Hospital dia.

O SAE oferta atendimento médico ambulatorial regulado em infectologia adulto e infantil, pequena cirurgia e ginecologia e obstetrícia com oferta média de 10.000 consultas/ano. Oferta ainda, exames de ultrassonografia (média de 1000/ano), atendimento multiprofissional em psicologia, nutrição, serviço social e enfermagem.

O local dispõe de farmácia especializada com o maior volume de dispensação de antirretroviral do Estado, sendo uma das referências dos municípios da microrregião de Campo Grande.

Também tem habilitado o Hospital Dia, que funciona das 6h às 18h, especificamente, para atender pessoas em leito/dia que apresentem agravos relacionados à AIDS, com capacidade instalada de 15 leitos com média de oferta de atendimento de 4.000/ano.

Conta ainda com uma equipe de atenção domiciliar, que realiza gestão do cuidado em doenças infectocontagiosas no domicílio de forma multiprofissional aos pacientes que não apresentam mais condição de vir até o serviço.


Voltar


Comente sobre essa publicação...