Semana On

Segunda-Feira 16.mai.2022

Ano X - Nº 487

Coluna

Riedel destaca papel do agro na geração de empregos

Setor garantiu mais de 3 mil vagas e puxou índice no Estado

Postado em 07 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O pré-candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel, destacou nesta quinta-feira (7) o papel do agronegócio na geração de empregos no Mato Grosso do Sul. A agropecuária sul-mato-grossense garantiu mais de 3 mil vagas de um total de 10.792 empregos abertos no primeiro bimestre do ano. No mesmo período de 2021 o volume de trabalho no agro era de 1.557 postos, ou seja, um incremento de quase 100%.

Para Riedel, o resultado tem a ver – entre outros fatores – com a inovação das diversas cadeias produtivas e as melhorias nos conceitos de governança do setor. “Há algumas décadas, os processos de gestão eram rudimentares. Na evolução do agro, a primeira preocupação é a produção. Mas, o negócio vai crescendo e a atividade de gestão também vai sendo incrementada. Gestão e produção devem andar juntas no agronegócio. Isso garante desenvolvimento e geração de empregos”, disse.

Somente referente a fevereiro de 2022, foram criados 7.316 empregos formais no Estado, representando no ranking nacional como décimo em geração de empregos formais no Brasil. No mês de fevereiro, os setores que mais criaram empregos formais foram: Serviços (3.305 a mais), Agropecuária (1.951 a mais) e Construção civil (934 a mais).

No acumulado dos últimos 12 meses, Mato Grosso do Sul apresentou uma criação de 37,5 mil empregos formais. O crescimento de 1,92% em relação ao estoque de empregos do mês de dezembro/2021, coloca o MS em 5º lugar em termos de crescimento percentual no ano de 2022.


Voltar


Comente sobre essa publicação...