Semana On

Quarta-Feira 25.mai.2022

Ano X - Nº 488

Mato Grosso do Sul

Ações de Eduardo Riedel garantem 163 pontes de concreto até o final 2022

Com R$ 61 milhões em investimento, 24 pontes estão sendo implementadas em diferentes regiões do Estado

Postado em 06 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Ações de gestão implementadas pelo pré-candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel, garantirão a entrega de 163 pontes de concreto em Mato Grosso do Sul até o final 2022.

Segundo a Agesul (Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos), investimento em implantação, restauração e construção das pontes de concreto chegaram a quase R$ 2 bilhões desde 2015. “Estes empreendimentos ajudam principalmente na época de chuva no Estado, em que os níveis dos rios ultrapassam a cota de emergência nas regiões mais baixas, o que torna estas obras vitais à população”, afirma Riedel.

Segundo o pré-candidato, a manutenção e ampliação do programa “Mais Pontes” será uma das prioridades dos próximos anos na área de infraestrutura. “A troca de pontes de madeira por concreto dá mais segurança e facilita o acesso a diferentes locais, assim como escoamento da produção”, complementa.

Atualmente, são 24 obras espalhadas em diferentes regiões, com um investimento de mais de R$ 61 milhões por meio do programa “Mais Pontes”, que tem o objetivo de fortalecer a logística e impulsionar a economia do Estado.

Entre as obras em andamento está a construção de duas pontes de concreto sobre o Vaz da Margarida e Córrego Mutum, dando acesso a Porto da Esperança, em Corumbá. O Investimento chega a R$ 7,4 milhões.

Na rodovia MS-347 estão as obras de duas pontes sobre o córrego Taquarussu (entre Anastácio e Nioaque) e Rio dos Irmãos (Dois Irmãos do Buriti), no valor de R$ 4,6 milhões. Já entre Bandeirantes e Rochedo a população vai dispor de uma estrutura de 40 metros de extensão sobre o córrego Barreiro (R$ 2,9 milhões).

Com foco na Rota Bioceânica, a região de fronteira também está sendo contemplada com pontes de concreto. Em Porto Murtinho são duas estruturas. A primeira sobre o Rio Tereré, na MS-267, no valor de R$ 2,1 milhões.

E a segunda é sobre o Rio Branco (55 metros de extensão), com investimento de R$ 2,3 milhões. A cidade é estratégica para ligar o Estado ao Paraguai e assim seguir pelos países da América do Sul até o Oceano Pacífico, na chamada Rota Bioceânica.

Em Japorã são três pontes de concreto na MS-386, no valor de R$ 4,1 milhões, sobre os córregos Dourados, Pacova e Da Lata. Já na divisa entre Iguatemi e Japorã são mais R$ 4,8 milhões na construção da ponte sobre o Rio Iguatemi.

TURISMO E ECONOMIA

Para contribuir com o turismo do Estado e com a economia local, em Bonito tem a construção da ponte sobre o Rio Bacuri, em estrada do Quati, no valor de R$ 1,5 milhão. A estrutura conta com uma extensão de 50 metros e 4,50 de largura. Em Rio Negro são mais duas pontes, que juntas somam R$ 3,6 milhões. Elas estão sendo implantadas sobre o Rio do Peixe e Rio Negro.

Já em Rio Verde do Mato Grosso o investimento é de R$ 1,7 milhão, em uma ponte de concreto de 50 metros de extensão sobre o Rio Verde. Miranda também foi contemplada com ponte de concreto na via urbana, em estrutura sobre o córrego Vilas Boas, no valor de R$ 1,6 milhão.

Em pleno desenvolvimento, devido a chegada da fábrica da Suzano, Ribas do Rio Pardo recebe uma ponte sobre o córrego Viga, no valor de R$ 1,5 milhão, com 30 metros de extensão e 5 de largura. Em Maracaju as obras estão adiantadas na ponte sobre o correto Sete Voltas, que fica na MS-162.

Também segue em andamento outras pontes nos municípios de Ivinhema, Jateí, Caarapó, Dourados, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Cassilândia. Desde 2015 o Governo do Estado já investiu mais de R$ 1,8 bilhão para implantar pontes de concreto. A meta é entregar 163 até o final de 2022.


Voltar


Comente sobre essa publicação...