Semana On

Quarta-Feira 18.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

Gestão de Eduardo Riedel garantiu valorização profissional na segurança pública

Desde 2015, mais de 7 mil policiais militares obtiveram ascensão na carreira em Mato Grosso do Sul

Postado em 06 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O pré-candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel disse nesta quarta-feira (6) que a valorização dos profissionais de segurança pública será um dos focos do Estado nos próximos anos.

Desde 2015, 7.103 (532 oficiais e 6.571 praças) policiais militares obtiveram ascensão na carreira em Mato Grosso do Sul. Os principais cursos realizados foram: Curso de Formação de Soldados, Curso de Formação de Cabos e Curso de Formação de Sargentos.

“Conseguimos regularizar todas as promoções a Cabo e a 3º Sargento, situação nunca antes vivida na história da instituição”, disse Riedel. Para ele, o planejamento permitiu que o Estado se posicionasse entre os três mais seguros do país. “E vamos seguir nesta toada daqui para frente, valorizando o setor e quem nele atua”, assegurou.

PIONEIRO NO BRASIL

Mato Grosso do Sul tem se tornado, cada vez mais, referência nacional na valorização de policiais militares. Em dezembro passado, o Estado publicou lei que permite a promoção de policiais da reserva remunerada. Nesta semana, deu início ao processo seletivo que vai promover oficiais e praças que retornaram ao serviço militar na condição de convocados e designados.

“O Estado se tornará o primeiro do País a promover policiais da reserva por tempo de convocação ou de designação”, lembrou Riedel.

Ao longo das últimas décadas, muitos policiais foram para o quadro de reserva da Polícia Militar sem ter acesso a um fluxo adequado de promoções. Ou seja, foram aposentados sem ter avanços significativos na carreira profissional. Com a mudança recente na legislação, as promoções desses militares foram destravadas, resgatando a dignidade deles.


Voltar


Comente sobre essa publicação...