Semana On

Terça-Feira 24.mai.2022

Ano X - Nº 488

Legislativo

Paulo Corrêa teme aumento da criminalidade e pede mais efetivo da PM em Porto Murtinho

Município vai viver ‘mudança de status’ com a Rota Bioceânica

Postado em 05 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Foto: Cyro Clemente / Assessoria Parlamentar Foto: Cyro Clemente / Assessoria Parlamentar

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), o deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB) demonstrou preocupação com a “mudança de status”, em relação à segurança pública, proporcionada pela Rota Bioceânica, em Porto Murtinho.

Com maior trânsito de pessoas entre Murtinho e Carmelo Peralta, o parlamentar teme que a abertura do corredor rodoviário ocasione um aumento dos índices de criminalidade e consequente dificuldade do atual quadro policial dar a resposta necessária para proteger a sociedade.

Pensando nisso, o tucano solicitou a transformação do atual Pelotão, que comporta entre 20 e 50 policiais, em Companhia da Polícia Militar, que pode lotar até 250 militares. A mudança, conforme Corrêa, “será uma ferramenta para proteger os cidadãos de bem, possibilitando a ampliação ao atendimento das diligências e a segurança de toda população”, argumentou.

Rota Bioceânica – A rota bioceânica é um corredor rodoviário com extensão de 2.396 quilômetros que pretende ligar quatro países (Argentina, Brasil, Chile e Paraguai) por meio de uma única via terrestre. Além de encurtar distâncias, a obra deve ampliar a cultura e principalmente o turismo, trazendo mais desenvolvimento para Mato Grosso do Sul.

A solicitação foi endereçada ao governador Reinaldo Azambuja, ao secretário de Estado de Segurança, Antônio Carlos Videira, e ao Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Marcos Paulo Gimenez.


Voltar


Comente sobre essa publicação...