Semana On

Quarta-Feira 25.mai.2022

Ano X - Nº 488

Campo Grande

Prefeitura abre licitação para revitalização da antiga estação rodoviária

Construído na década de 70, ao longo dos anos o espaço passou por um processo de degradação que provocou o fechamento do centro comercial existente

Postado em 01 de Abril de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de CG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura de Campo Grande publicou o edital  de licitação para contratar as obras de revitalização da antiga estação rodoviária, o Terminal Heitor Eduardo Laburu. Construído na década de 70, ao longo dos anos passou por um processo de degradação que provocou o fechamento do centro comercial existente.

As  propostas das empresas participantes do certame serão abertas no próximo dia 3 de maio. O projeto prevê intervenção nas áreas públicas nos dois pisos do prédio, que somam 8.625,29 m².

Também contempla soluções viárias para garantir maior segurança no trânsito e vagas de estacionamento, facilitando o acesso a quem foi um das mais movimentadas galerias comerciais da cidade, um embrião do que são hoje os shoppings.

Como parte do Reviva Mais Campo Grande, as ruas no entorno, Dom Aquino, Barão do Rio Branco, Joaquim Nabuco e Vasconcelos Fernandes estão sendo recapeadas e recebendo novas calçadas com piso tátil.

Na área pública localizada na Rua Joaquim Nabuco está prevista a construção  de uma edificação em dois pavimentos de 1.070 metros que abrigará a Guarda Civil Metropolitana e Funsat. Neste parte do prédio, funcionava  as plataformas de embarque e desembarque dos ônibus  intermunicipais e o piso superior, com 1.460 ,09 m², abrigava os guichês  para venda de passagens.

O espaço  das antigas plataformas externas será adaptado para se tornar um corredor de acesso a galeria e ao edifício público, transformado num grande calçadão com jardins contemplativos.
A proposta arquitetônica prevê a reabertura das duas clarabóias do projeto original e que foram fechadas ao longo dos anos , prejudicando a iluminação e a ventilação do prédio. Na reabertura dos vãos serão  feitos acessos ao pavimento superior.

A outra área pública , com 2.326,53 m², que margeia a Rua Vasconcelos Fernandes , antigo ponto de  ônibus do transporte coletivo, será transformada em área de estacionamento no horário comercial . O piso será nivelado para se tornar um grande platô, espaço multiuso para eventos .

Outra solução urbanística prevista para adequar o prédio às normas de acessibilidade, as calçadas no entorno serão alargadas , o estacionando em 45 graus será retirado para inserção de jardins e áreas de estar com rampas. Estão previstas faixas elevadas de pedestres  para controlar a velocidade dos veículos , o que vai aumentar a segurança de pedestres e ciclistas .

A antiga rodoviária receberá uma fachada moderna com jardins verticais, que além do componente estético, vai melhorar o isolamento térmico , reduzindo o calor no verso e ajudando a manter a temperatura amena no inverno. A solução também vai reduzir gastos com energia elétrica, já que será necessário menos refrigeração


Voltar


Comente sobre essa publicação...