Semana On

Quinta-Feira 19.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

Riedel: ‘Geração de empregos será nossa prioridade nos próximos anos’

MS criou 7.316 novos empregos formais em fevereiro; mais que o dobro do registrado em janeiro

Postado em 30 de Março de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Pré-candidato ao Governo do Estado – e atual secretário estadual de Infraestrutura – Eduardo Riedel comemorou os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, que apontam o ritmo de crescimento da economia do Estado.

Segundo os dados, foram gerados mais 7.316 novos empregos em fevereiro, bem acima do registrado no mês anterior: 3.483.

“Agora, vamos continuar conduzindo Mato Grosso do Sul ao desenvolvimento. A geração de empregos será nossa prioridade nos próximos anos. Para isso, vamos continuar desenvolvendo políticas públicas no intuito de atrair novas parcerias e investimentos privados que impulsionem o potencial de crescimento das empresas aqui já instaladas. Também vamos focar na qualificação profissional”, afirmou Riedel.

O setor que mais contratou no Estado foi o de Serviços, representando quase metade de todas as novas vagas geradas: 3.305. As informações constam na Carta de Conjuntura nº 73 elaborada pela Coordenadoria de Economia e Estatística da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Com relação a janeiro, quando foram geradas 3.483 vagas, o número de novas contratações mais que dobrou, gerando um saldo acumulado no ano de mais 10.792 empregos com carteira assinada. A Construção Civil também teve incremento considerável em fevereiro, com 934 novas vagas.

No acumulado dos últimos 12 meses, Mato Grosso do Sul apresenta um saldo positivo de 37,5 mil empregos formais, com destaque para o setor de Serviços (14.720), seguido do Comércio (9.378 vagas) e pela Construção Civil, com 4.195 vagas.

Quanto à distribuição geográfica, Campo Grande concentra o maior número de novos empregados (2.794), seguido de Dourados com 1.302, Três Lagoas com 1.057, Ribas do Rio Pardo com 695, Rio Brilhante com 420, Chapadão do Sul com 413, Ponta Porã com 381, Agua Clara com 263 e São Gabriel do Oeste com 240.


Voltar


Comente sobre essa publicação...