Semana On

Quinta-Feira 19.mai.2022

Ano X - Nº 487

Legislativo

Com presença do deputado Paulo Duarte, Igreja matriz de Corumbá é reinaugurada

Igreja foi restaurada e tombada como patrimônio histórico

Postado em 29 de Março de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa da ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Restaurada, a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária foi reinaugurada nno último dia 25. Mesmo com um clima mais gelado que o normal, a população corumbaense foi acompanhar a entrega da Igreja Matriz.

A festa começou às 16h com uma quermesse que foi realizada na Praça da República em comemoração ao evento. Às 17h30, uma procissão com a histórica imagem de Nossa Senhora da Candelária saiu da Igreja Cacupê para retornar assim a sua casa de origem a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Candelária.

A missa teve início após a procissão, com as palavras do bispo diocesano, Dom João Aparecido Bergamasco, o altar e as paredes da Santa igreja foram ungidos, (a unção é a representação que a igreja é imagem de Jerusalém a cidade Santa) e em seguida as luzes foram ligadas e as velas da igreja foram acesas.

O restauro foi realizado com recursos do PAC Cidades Históricas, do Governo Federal, e com contrapartidas da Prefeitura, na época do então prefeito Paulo Duarte (hoje deputado estadual) e do Governo do Estado.

O deputado Paulo nesse ato representou a Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul e com muita felicidade comentou sobre esse momento: “Hoje vivemos uma emoção muito grande, o projeto chamado PAC das cidades históricas aprovado em 2014 quando eu era prefeito de Corumbá e a Igreja da Nossa Senhora da Candelária que foi entregue, restaurada para a população, ela também foi fruto do trabalho muito importante de uma pessoa que não está mais entre nós, que é o Dom Martinez. Na verdade a Igreja da Candelária foi uma exceção, no PAC cidades históricas que recupera patrimônios públicos a igreja não estaria incluída, mas o esforço do Bispo Dom Martinez foi muito importante. E hoje vemos uma junção de esforços, o projeto começou lá atrás entregue hoje, com recursos do Governo Federal e também do Governo do Estado. Um trabalho que começou há oito anos, uma igreja que tem quase 150 anos e faz parte da nossa história com certeza. Hoje é um dia emocionante e tivemos essa linda festa para toda a população, corumbaense e ladarense que tem de volta a sua Catedral.”

A Catedral Nossa Senhora da Candelária foi erguida com elementos da arquitetura eclética pelo polêmico pregador imperial Frei Mariano de Bagnaia em frente à Praça da República, onde se deu a heróica retomada de Corumbá durante a Guerra do Paraguai (1864-1870). Em seu altar, destaca-se um brasão da coroa portuguesa, o que indica as influências europeias no bem, e guarda também uma imagem de Nossa Senhora da Candelária, padroeira da cidade.


Voltar


Comente sobre essa publicação...