Semana On

Quinta-Feira 11.ago.2022

Ano X - Nº 499

Mato Grosso do Sul

‘Vamos investir em fontes de energia limpas e renováveis’, afirma Riedel

Geração de energia elétrica por meio de painéis solares é realidade presente nos 79 municípios de MS

Postado em 25 de Março de 2022 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

“A produção de energia por meio de fontes limpas e renováveis já está presente em todo o Estado e será alvo de atenção especial nos próximos anos. Os números do setor mostram um crescimento de 25% na quantidade de sistemas de geração de energia elétrica com painéis solares em apenas alguns meses no MS”, disse nesta sexta (25) o pré-candidato ao Governo do Estado – e atual secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

Ele lembra que o setor ganhou mais incentivos no final do ano passado com a lei nº 5.807, de 16 de dezembro de 2021, sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja. O objetivo do MS Renovável é estimular a implantação ou ampliação de sistemas geradores de energia em Mato Grosso do Sul, a partir de fontes renováveis, como eólica, termossolar, fotovoltaica, pequenas centrais hidrelétricas, biomassa, biogás, hidrogênio, entre outras fontes alternativas. Os beneficiados com o programa terão isenção tributária.

Hoje, em Mato Grosso do Sul, a utilização de sistemas de geração de energia elétrica por meio de placas solares fotovoltaicas está disseminada em todos os 79 municípios. Conforme os dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), são 26.678 miniusinas distribuídas em território sul-mato-grossense, concentradas principalmente nas cidades de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Nova Andradina, Paranaíba, Naviraí, Corumbá, Ponta Porã, Aquidauana, Aparecida do Taboado.

Ilumina Pantanal

Entre as ações de peso na adoção da energia solar como política estratégica de desenvolvimento sustentável para Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel destaca o projeto Ilumina Pantanal, que até o final de 2022 irá totalizar 2090 famílias moradoras na região do Pantanal atendidas com painéis solares e bateria para geração de energia elétrica. O projeto nasceu após mais de 5 anos de pesquisas, considerando a preservação do bioma que é Patrimônio Natural da Humanidade.


Voltar


Comente sobre essa publicação...