Semana On

Terça-Feira 17.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

Riedel: 'Infovia Digital é internet melhor em todo o Estado e mais competitividade'

Leiloada nesta semana, PPP vai atrair novos investimentos ao MS

Postado em 18 de Março de 2022 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Além de melhorar a oferta de internet nos 79 municípios sul-mato-grossenses com a implantação de rede de fibra ótica, a Parceria Público-Privada (PPP) Infovia Digital, leiloada pelo Governo do Estado na última quinta-feira (17), dará mais competitividade ao Estado na atração de novos investimentos, disse o pré-candidato ao Governo do Estado - e atual secretário de Infraestrutura de MS, Eduardo Riedel.

O Consórcio Sonda, de origem chilena, que já atua nos Estados Unidos e em países da América do Sul, arrematou o projeto para implantar e desenvolver a rede de fibra óptica no MS. Pela proposta oferecida, o Governo do Estado pagará R$ 2.290 milhões por mês para o grupo operar a infovia digital, em um contrato de 30 anos.

Mato Grosso do Sul, que já é hoje o sexto estado mais competitivo do Brasil, dá um grande passo com o leilão da PPP. Segundo o Governo do Estado, a infovia digital é um processo inovador, que traz um novo elemento de competitividade para atração de novos negócios, desenvolvimento, agilidade e eficiência do setor público.

“O incremento de nossa base tecnológica gera um ambiente mais atrativo para os investimentos no Estado, aumentando nossa competitividade. Além disso, afeta diretamente nos serviços oferecidos ao contribuinte e possibilita a criação de novos serviços nas áreas de telemedicina, emissão de notas, monitoramento e fiscalização, entre outros”, analisou Riedel.

PROJETO INFOVIA DIGITAL

Pela proposta, serão disponibilizados serviços de transmissão de dados de alta capacidade e velocidade por meio de uma rede de fibra óptica para 1.500 unidades administrativas do Governo do Estado, como escolas, unidades de saúde e segurança pública, nos 79 municípios do Estado.

Está prevista ainda a implantação de 6.950 quilômetros de rede de fibra óptica, a construção de um Centro de Operações de Rede (COR) em Campo Grande, a disponibilização de serviços de internet gratuita e videomonitoramento em 129 praças públicas e monitoramento veicular em rodovias estaduais, bem como a instalação de 15.000 ramais IP (sistema de telefonia digital que utiliza protocolo de internet para transmitir voz) entre as unidades administrativas do Estado.

Pelo acordo fechado na B3, o Consórcio Sonda vai investir R$ 887 milhões no Estado, sendo R$ 306 milhões para a implantação da infovia e R$ 581 milhões para manutenção e operação.

Após o leilão, será iniciada a fase de avaliação da documentação, que deve ser homologada e publicada até o dia 31 de março. Após essa análise, acontece a assinatura do contrato e o prazo para a implantação total da estrutura é de dois anos.


Voltar


Comente sobre essa publicação...