Semana On

Segunda-Feira 16.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

‘Pensar a logística de MS é vital para nosso desenvolvimento’, afirma Riedel

Com melhora do nível da hidrovia terminal de Porto Murtinho fará primeiro embarque do ano

Postado em 16 de Março de 2022 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O futuro da Hidrovia Paraguai-Paraná será destaque do seminário “MS Dinamiza: Logística e Competitividade”, que acontece nos dias 23 e 24 de março em Campo Grande e vai debater os rumos da logística estadual.

O evento que acontece no Ondara Palace vai reunir representantes de setores econômicos e autoridades políticas para troca de experiências e discussão de novas ideias e projetos. São aguardadas do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas e da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina. 

Para o pré-candidato ao Governo do Estado – e atual secretário estadual de Infraestrutura – Eduardo Riedel, pensar a logística do Estado para a próxima década é um desafio que faz parte de seu plano de governo. “A logística é vital para que tenhamos competitividade nos mercados nacionais e internacionais. Vamos dar especial atenção a este tema nos próximos anos”, afirmou.

Primeiro embarque do ano

A hidrovia do Rio Paraguai retoma a normalidade de sua navegação na região de Porto Murtinho e Corumbá. De acordo com dados da Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), no dia 15 o trecho de Ladário chegava a 1,67 metros e em Porto Murtinho, o rio estava em 2,39 metros. Os níveis estão, respectivamente, 16% e 7,6% superiores aos verificados no mesmo período do mês passado.

A melhoria nas condições de navegação no Rio Paraguai já proporcionou que a FV Cereais, terminal privado de cargas em Porto Murtinho, anunciasse o primeiro embarque de grãos deste ano. Entre os dias 24 e 25 serão embarcadas 20 mil toneladas de soja. Essa é uma operação que comemoramos, pois a hidrovia tem um papel fundamental para a logística sul-mato-grossense.

Novos empreendimentos

Considerada um importante hub logístico e entrada da Rota Bioceânica, Porto Murtinho aguarda dois novos portos com investimentos que superam R$ 400 milhões. O projeto mais adiantado é da Docas Fluvial de Murtinho, que já está autorizado na Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários). O outro que está sendo viabilizado é o de Porto Saladero.

Além desse projeto, outros grupos estudam empreendimentos, e já adquiriram áreas próximas ao terminal do Governo. O investimento da Docas Fluvial de Murtinho será acima de R$ 100 milhões na construção de um terminal de granel sólido (para produtos agrícolas, fertilizantes e insumos) com capacidade de movimentar mais de 2,2 milhões de toneladas no ano.

A previsão é gerar 450 empregos diretos e indiretos. A empresa já possui área de cinco hectares na barranca do rio Paraguai onde vai construir as linhas de carregamento, três silos de 15 mil toneladas cada e um armazém para 35 mil toneladas de fertilizantes.


Voltar


Comente sobre essa publicação...