Semana On

Sexta-Feira 20.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

Em Mato Grosso do Sul mulheres ainda são minoria no trânsito, mas as mais responsáveis

O número de acidentes sofridos por mulheres é quase 4 vezes menor do que o número de homens

Postado em 09 de Março de 2022 - Redação Semana On

Foto: Assessoria de Imprensa do Governo de MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Apesar de ser a minoria no trânsito sul-mato-grossense, as mulheres ainda dominam quando o assunto é segurança. Prova disso, é que o número de acidentes sofridos por mulheres é quase 4 vezes menor do que o número de homens.

Conforme o Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), as mulheres correspondem a apenas 21% do número de mortes no trânsito em 2021. Dos 54 acidentes fatais, 11 foram mulheres, sendo sete em motocicletas e quatro em automóveis. Em contrapartida, 32 homens morreram em acidentes de motos, seis em carros, dois em bicicletas e três como pedestres.

A diretora de Educação para o Trânsito do Detran-MS, Elijane Coelho, pontua que os números revelam o comportamento da maioria das mulheres no trânsito. “Nós percebemos que atitudes tipicamente femininas, como paciência, civilidade ao compartilhar o espaço e empatia, são características muito desejadas no trânsito. As mulheres, em sua maioria, dão exemplos de comportamento para evitar acidentes e fatalidades”.

Já a Diretoria de Habilitação do Detran-MS aponta que do total de condutores habilitados no Estado, 1.298.023, apenas 477.165 são mulheres. Dos novos habilitados nos últimos dois anos, o número também é menor que a metade, representando 27.413 de 59.945.

O cenário não é diferente em âmbito nacional. Em março de 2021 a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), divulgou que as mulheres representam 35% do total de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em todo País, o que corresponde a 25,8 milhões de motoristas.

"Os dados não mentem. Apesar da representatividade feminina ser menor, as mulheres no trânsito são sinônimos de condução segura e, consequentemente, o índice de envolvimento em acidentes é menor", finaliza a diretora de habilitação, Lina Issa Zeinab.


Voltar


Comente sobre essa publicação...