Semana On

Domingo 22.mai.2022

Ano X - Nº 488

Mato Grosso do Sul

Governo do Estado investiu em quatro meses R$ 857,4 milhões em Saúde

‘Política de regionalização da saúde foi destaque entre as ações’, afirma Riedel

Postado em 25 de Fevereiro de 2022 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), não deixou de investir na Saúde mesmo com o recrudescimento da pandemia da Covid-19 e o aumento de casos da Influenza em Mato Grosso do Sul. Conforme o balanço da prestação de contas do 3º quadrimestre (Setembro a Dezembro) de 2021, foram investidos R$ 857.438.379,92 na Saúde, sendo que o maior desembolso foi de recursos estaduais, com 88,91%.

Com dinheiro aplicado em obras de hospitais de 16 cidades, o Governo do Estado fortalece o plano estratégico da regionalização da saúde em Mato Grosso do Sul. “O objetivo é único: melhorar o atendimento dos pacientes com a modernização das estruturas das unidades de saúde”, afirmou o pré-candidato ao Governo do Estado - e secretário de Infraestrutura - Eduardo Riedel.

Representando secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, durante a Audiência Pública de Prestação de Contas da Saúde, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Alems), a secretária-adjunta de Estado de Saúde, Crhistinne Maymone, destacou a importância do ato como uma oportunidade de apresentar à sociedade todo o trabalho desenvolvido pela SES neste período.

“É o momento de apresentarmos todas as ações e serviços de saúde que foram desenvolvidas dentro do Estado de Mato Grosso do Sul pela SES – no período de setembro a dezembro 2021. Nós tivemos vários avanços, mas tivemos alguns desafios enfrentados devido a pandemia da Covid-19 e o início da epidemia da Influenza em nosso Estado, mas mesmo com estas adversidades, conseguimos desenvolver as ações em todos os setores que foram necessárias e voltadas à promoção da Saúde pelo SUS”, explica Maymone.

Segundo a coordenadora de Planejamento e de Informação em Saúde (CPIS) da SES, Vanessa Rosa Prado, esta é a oportunidade que a Secretaria de Estado de Saúde tem para mostrar todas as ações à sociedade, ampliando com transparência todos os trabalhos realizados pela Saúde. “Neste relatório apresentamos um resumo referente às contas, do programado e do executado. Apresentamos ainda os dados de serviço e de gestão própria conforme estabelece a Lei, mas também falamos diretamente com a população sobre as entregas e o que já fizemos em cada período”.

Assim, no período analisado, todos os esforços foram direcionados para a ampliação do acesso aos serviços e à organização das redes de saúde com o lançamento de programas estratégicos como o Bem Nascer MS – que visa a redução de mortalidade materna-infantil no Estado – e a Caravana da Saúde com os projetos ‘OPERA MS’ e ‘EXAMINA MS’ – com objetivo de zerar as filas de cirurgias eletivas e exames diagnósticos de alta e média complexidade, garantindo assim, a ampliação e qualificação dos serviços oferecidos à população.

“Ao lançarmos estes programas significa que nós estamos respondendo às demandas da Saúde, mostrando por meio destes resultados que estamos com um olhar mais atento às questões apresentadas. Isto é muito importante, principalmente quando oferecemos serviços que visam a promoção e a prevenção à Saúde com um único objetivo de atender toda população sul-mato-grossense com qualidade”, pontua Prado.

Para o presidente da Comissão de Saúde da ALEMS, deputado estadual Antonio Vaz, os dados apresentados à Comissão de Saúde do Legislativo foram importantes e esclarece o que o Estado tem investido na área da saúde. “O relatório foi bem claro, com os recursos bem usados para a Saúde em todo o Estado, principalmente para o combate à pandemia. Vejo que a população precisa se cuidar, se vacinar, usar máscara e todas as demais medidas de prevenção. Isto é muito importante, a população não pode sair assim e abusar da sorte, tem que haver uma participação de todos neste enfrentamento. Quero agradecer ao secretário de Saúde, Geraldo Resende, e a você, Dra. Christinne Maymone, à Vanessa Prado, pelo excelente trabalho realizado na Saúde. Conte sempre conosco”.

Investimentos em Obra

A política de regionalização da saúde segue firme com a construção dos Hospitais Regionais de Três Lagoas e Dourados que vão ampliar o atendimento à saúde de 43 municípios que formam as duas macrorregiões.

“A obra do Hospital de Três Lagoas está quase finalizada e a de Dourados também segue evoluindo de forma satisfatória. Além disto, nós também estamos investimos na compra de equipamentos, mantivemos o compromisso da transferência de recursos para os municípios para a combate à pandemia. Assim, conseguimos fortalecer toda a rede de saúde e garantir que todos cidadãos tenham o acesso aos serviços de saúde”, destaca Vanessa.

Além destas ações, a SES trabalha com ações voltadas no Projeto Integra SUS tendo como proposta o Planejamento do SUS e o Planejamento Regional Integrado. Além, de da continuidade aos projetos como o Planifica SUS e o Guia Orientador – que vem de encontro com o fortalecimento da vigilância e da Atenção Primária em Saúde e que são metas do Plano Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul.


Voltar


Comente sobre essa publicação...