Semana On

Terça-Feira 17.mai.2022

Ano X - Nº 487

Auau Miau

Estudo investiga por que cachorros viram a cabeça ao ouvir humanos

Cientistas sugerem que gesto é um sinal de atenção redobrada — e pode ser mais frequente em alguns cães do que em outros

Postado em 23 de Fevereiro de 2022 - Galileu

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Se você acha que o seu cãozinho está se sentindo confuso toda vez que ele inclina a cabeça para o lado ao ouvir sua voz, está enganado: o gesto é, na verdade, um sinal de atenção redobrada, e pode ser mais frequente em alguns cães do que em outros. A hipótese é de um estudo publicado no periódico científico Animal Cognition no último dia 26 de outubro.

Para investigar esse comportamento canino, pesquisadores da Universidade Eötvös Loránd, na Hungria, conduziram uma série de experimentos com um total de 40 cachorros. Os animais já tinham participado de outro estudo, no qual foram classificados em dois grupos: sete eram os "aprendizes habilidosos de palavras” (gifted word learners ou GWL, em inglês) e os outros 33, “cães típicos”.

Havia uma justificativa por trás da nomenclatura: enquanto os GWL provaram ser altamente adeptos ao aprendizado de nomes de objetos — brinquedos —, os típicos só conseguiram memorizar um ou dois nomes, embora ambos os grupos tivessem passado pelo menos treinamento de 3 meses para se familiarizar com as peças.

Na pesquisa mais recente, o que os cientistas fizeram foi analisar a ocorrência de inclinações de cabeça nesses animais quando seus guias pediam os brinquedos. O resultado? Ao ouvir o pedido de seus donos, os cães GWL inclinaram a cabeça “significativamente mais do que os cães típicos”: 43% contra 2% das vezes, segundo o estudo. 

E o que isso significa?

Uma vez que todos os cãezinhos estavam igualmente treinados com os nomes dos objetos, os autores concluíram que a familiaridade do estímulo, por si só, não foi suficiente para provocar inclinações de cabeça.

Eles sugerem que, em vez disso, o gesto pode ser uma resposta canina a "palavras significativas", o que poderia explicar por que os animais GWL repetiram as inclinações com mais frequência durante os testes. “Pode ser um sinal de atenção redobrada”, escrevem os pesquisadores no estudo, ressaltando que as funções cerebrais lateralizadas ajudam os cães a processar informações. “Possivelmente, inclinar a cabeça também pode estar relacionado a fazer uma correspondência modal cruzada na memória dos cães (por exemplo, o nome de uma imagem visual) ao ouvir o nome do brinquedo”, acrescentam.

Os cães que realizaram inclinações frequentes eram todos Border collies, mas a maioria dos típicos também. Por isso, a investigação considera que mais trabalhos são necessários para identificar possíveis diferenças desse comportamento entre raças. 

Então, é possível dizer que só os cães mais habilidosos inclinam a cabeça com frequência? "É importante notar que esse estudo investigou apenas inclinações de cabeça durante uma interação comunicativa muito específica entre o dono do cão: quando o dono pede ao cão para buscar um brinquedo com nome", responde Shany Dror, coautora do estudo, em comunicado.

Andrea Temesi, outra autora, acrescenta: "Portanto, é importante evitar pensar que apenas cães aprendizes de palavras dotados irão inclinar a cabeça em outras situações não testadas neste estudo".


Voltar


Comente sobre essa publicação...