Semana On

Sexta-Feira 20.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

Recursos para projetos sociais crescem 176% em MS

Ao todo, R$ 4,6 milhões estão disponíveis para projetos em todo o Estado

Postado em 17 de Fevereiro de 2022 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Organizações da Sociedade Civil Organizada (OSC’s) que trabalham com população em situação de vulnerabilidade social em Mato Grosso do Sul têm até o dia 3 de março para inscrever propostas no 1º Edital do ano de chamamento público da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast). Ao todo, R$ 4,6 milhões estão disponíveis para projetos em todo o Estado. 

Segundo dados da Sedhast, a disponibilidade de recursos para esses editais cresceu 176% em Mato Grosso do Sul nos últimos seis anos, saindo de R$ 1,6 milhão em 2017 para R$ 4,6 milhões neste ano. Entre 2017 e 2021, mais de R$ 9,2 milhões foram distribuídos a 147 OSC’s que trabalham diretamente com a população de baixa renda.

“É um importante recurso que vem apoiar a nossa população, por meio das organizações que prestam trabalhos relevantes. Com esses recursos, que cresceram vertiginosamente em nosso governo, vamos chegar mais longe e atender ainda mais pessoas vulneráveis em nosso Estado. É um trabalho conjunto que conta com esse grande aporte financeiro do Governo do Estado”, destacou o governador Reinaldo Azambuja.

No Edital deste ano, 63 propostas de 11 eixos de atuação serão escolhidas para receber apoio financeiro. Os projetos devem contemplar, entre outros temas, o enfrentamento a violação dos direitos da criança e do adolescente; ações direcionadas às famílias de dependentes químicos, no processo de reabilitação em comunidades terapêuticas; e medidas que promovam a melhoria na qualidade de vida da pessoa idosa, em organizações de longa permanência.

Nesta semana, a Sedhast realizou seminário com integrantes de OSC’s de ao menos 30 municípios para tirar dúvidas sobre o processo de inscrição de propostas. Os secretários Elisa Cleia Nobre (Sedhast) e Eduardo Riedel (Infraestrutura), que também é presidente do Prosseguir (Programa de Segurança e Saúde na Economia), representaram o Governo do Estado na ação.

“Tivemos a oportunidade nesses últimos anos, como governo, de compartilhar com a sociedade através de vocês, atendendo um contingente enorme de pessoas, estendo a mão para grupos sociais com extrema carência”, disse Eduardo Riedel.

Já a titular da Sedhast, Elisa Nobre, destacou a valorização das organizações sociais, tanto no empoderamento e provisão de recursos, quanto na parceria com a administração estadual, gerando um impacto extremamente positivo na sociedade.


Voltar


Comente sobre essa publicação...