Semana On

Domingo 22.mai.2022

Ano X - Nº 488

Mato Grosso do Sul

‘Vamos chegar a 100 mil beneficiários do Mais Social’, afirma Eduardo Riedel

Entregas de tablets e veículos fortalecem o programa e garantem agilidade nos cadastros

Postado em 15 de Dezembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com um investimento de mais de R$ 8 milhões, o Governo do Estado entregou, no último dia 14, 79 tabletes e mais 40 veículos para técnicos e coordenação do Programa Mais Social.

‘Com os novos equipamentos, o atendimento às famílias será agilizado, e a meta de atingir 100 mil famílias estará cada vez mais próxima’, disse o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, ecoando o governador Reinaldo Azambuja, que, por sua vez, destacou o pagamento, nesta semana, da décima terceira parcela do benefício.

Hoje, quase 50 mil famílias de Mato Grosso do Sul já estão cadastradas no Mais Social. Até final de dezembro, serão cadastradas mais 60 mil. Para 2022 a meta é alcançar mais 40 mil, totalizando 100 mil.

O Programa Mais Social é um auxílio pensado para atender as famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional, com o pagamento de R$ 200 mensais para beneficiários.

No último dia 15, mais de 7 mil cartões do Programa foram entregues em Campo Grande e nos 78 municípios do interior do Estado.

Entregas de tablets e veículos fortalecem o programa

Para fortalecer a estrutura, modernizar, facilitar o trabalho e dar mais agilidade à inserção de famílias no programa, o governador Reinaldo Azambuja entregou, no último dia 15, 79 tablets e 40 veículos para os técnicos e coordenações do Mais Social. Com os equipamentos eletrônicos vai ficar mais rápido e prático cadastrar as pessoas. E os carros serão usados para os técnicos fazerem o acompanhamento das famílias beneficiadas. Em uma cerimônia na Escola do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), em Campo Grande, o governador lembrou que o benefício deverá ser ampliado para R$ 300 por família e será permitida a aquisição de gás de cozinha (GLP) por meio do cartão.  

O impacto financeiro com o reajuste deve chegar a R$ 390 milhões por ano. Hoje, o governo disponibiliza R$ 200 todos os meses a cada uma das famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional cadastradas. O dinheiro, concedido em forma de cartão, pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida e de itens de higiene. A compra de bebidas alcoólicas ou cigarros não é permitida.

Reinaldo Azambuja afirmou que até o fim do mês o número de famílias beneficiadas pelo Mais Social deve passar de 60 mil e chegar a 100 mil no próximo ano. “Nós damos dignidade para essas famílias porque é triste uma mãe que não consegue alimentar os seus filhos, um pai de família que não consegue colocar o alimento na mesa da sua família. Quando o governo faz essa parte, o alcance social disso é o que nos motiva para fazer o bom trabalho da assistência social que eu vejo aqui em todos os municípios”, disse o governador. 

A secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Elisa Cleia Nobre, destacou que as entregas vão ajudar o Governo a chegar com celeridade aos mais necessitados. “Esse evento é muito importante porque faz parte de um planejamento  que nós temos de modernizar todo o atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade social. Lançamos o Mais Social que é um programa para chegarmos mais perto da necessidade de cada cidadão e agora a entrega dos carros, que já começamos em novembro e estamos finalizando com esses 40, e os tablets que vão modernizar e acelerar o cadastramento das famílias que vão ingressar no Mais Social. Então, todo esse processo é muito importante porque aceleramos, modernizamos e chegamos com mais rapidez às famílias que necessitam do atendimento do Estado”, declarou.

Já o secretário Eduardo Riedel, lembrou que o governador Reinaldo Azambuja autorizou o 13° salário do Mais Social e que o programa se soma a outros como o CNH Social e o Energia Social – Contas de Luz Zero. “Os 100 mil cartões alvejados pelo Mais Social, programa que está entregando R$ 200 por mês, sem prazo para acabar, eram uma medida necessária dado o momento que nós vivemos em Mato Grosso do Sul”, afirmou.

O programa do Governo do Estado beneficia pessoas com renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Também participaram do evento o secretário Sérgio de Paula (Casa Civil); a defensora pública-geral Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira; os deputados estaduais Mara Caseiro e Professor Rinaldo; o comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Marcos Paulo; além de prefeitos, vices, secretários municipais e técnicos e coordenadores do Mais Social.


Voltar


Comente sobre essa publicação...