Semana On

Domingo 22.mai.2022

Ano X - Nº 488

Campo Grande

Campo Grande sai na frente ao instituir barreira com testagem e vacinação em aeroporto e rodoviária

A circulação de novas variantes da Covid-19 deixou o mundo todo em alerta

Postado em 14 de Dezembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A circulação de novas variantes da Covid-19 deixou o mundo todo em alerta. Criar novas estratégias para evitar a propagação da doença é um desafio para as autoridades sanitárias. Campo Grande mais uma vez saiu na frente e implementou, inicialmente no Aeroporto Internacional, um trabalho de triagem de passageiros vindos de outras localidades, com orientações, testagem e vacinação. O modelo instituído na Capital deverá ser recomendado para outros municípios.

“Campo Grande está de parabéns por mais esta iniciativa, que deve ser replicada por outros municípios, mesmo aqueles que não recebem voos internacionais. Aqui (Mato Grosso do Sul) ainda há uma particularidade por conta da fronteira seca com Paraguai e Bolívia, o que se torna ainda mais necessário esse trabalho. A oferta de testes, orientações e a vacina, particularmente, são fundamentais. Somente com a vacinação e a manutenção das medidas preventivas como o distanciamento social, uso de máscara, vamos conseguir frear o caráter pandêmico desta doença”, disse a secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite.

Rosana esteve, ao lado do secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, acompanhando o trabalho no Aeroporto Internacional de Campo Grande e também no Terminal Rodoviário, que teve início oficialmente no último dia 13.

“Estamos preparados para enfrentar as novas variantes e estas barreiras cumprem um papel fundamental que é fazer a triagem destes passageiros para que a gente possa identificar casos suspeitos, além de oferecer a vacina para aqueles que estão com a segunda ou terceira dose em atraso ou até mesmo ainda não se vacinaram. Iniciamos no Aeroporto há praticamente uma semana e agora vamos levar esse trabalho para a rodoviária”, diz o secretário José Mauro Filho. O trabalho será realizado diariamente (incluindo sábados, domingos e feriados), de 08h às 23h, assim como no aeroporto.

O objetivo é identificar eventuais passageiros de outros estados e países que possam estar contaminados com o Coronavírus e fazer o monitoramento  destes passageiros a fim de conter o ingresso de novas variantes em nosso Município.

“A intenção é manter sob controle a situação da pandemia em nossa cidade. Os números de casos, internações e óbitos se mantêm estáveis, porém é necessário cautela”, complementa o secretário.

A dinâmica, tanto no aeroporto quanto na rodoviária, é a mesma. Os técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) fazem a abordagem e a triagem inicial do passageiro na sala de desembarque e indicam  o local para realização do teste de antígeno (Swab), que fica pronto  de 15 a 20 mínutos e possui alto grau de confiabilidade.

Neste período, o passageiro recebe orientações sobre a importância da manutenção das chamadas medidas não farmacológicas, como uso da máscara, lavagem adequada das mãos e distanciamento social, bem como será verificada a sua situação vacinal. Caso o resultado do teste seja positivo, o passageiro será orientado a ficar em quarentena e passará a ser monitorado pelas equipes do Município.

A realização das barreiras foi determinada pelo prefeito Marquinhos Trad, após reunião realizada  no fim de novemboro com técnicos da Sesau para discutir medidas a serem implementadas para conter um possível aumento no número de casos e a circulação de novas variantes da Covid-19 no Município.

A adoção de novas medidas ocorre diante do alerta feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto à circulação da variante B.1.1.529 do coronavírus, conhecida por ômicron, que foi identificada na África do Sul, e já teve casos em investigação relatados em vários países, inclusive no Brasil.


Voltar


Comente sobre essa publicação...