Semana On

Segunda-Feira 16.mai.2022

Ano X - Nº 487

Mato Grosso do Sul

‘13° do Mais Social estará disponível nesta sexta’, avisa Riedel

Governo do Estado viabilizou crédito de mais R$ 200 ao benefício que já atende quase 45 mil famílias

Postado em 14 de Dezembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

“Os beneficiários do programa Mais Social contarão com um recurso extra neste fim de ano, com um crédito extra de R$ 200 reais nos cartões de quase 45 mil favorecidos pelo programa, anunciou o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

“Cada família é importante para nós e por isso aceleramos as visitas e cadastramentos para que nesta terça-feira pudéssemos encaminhar o maior número possível de pessoas aptas a receberem essa parcela de décimo terceiro do Mais Social. Com o aval do nosso governador, Reinaldo Azambuja, serão R$ 9 milhões de reais a mais na economia dos 79 municípios do Estado, e muitas famílias com mais comida na mesa neste Natal e Ano Novo”, comemorou a titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre.

Com equipes em todas as cidades de MS, o Mais Social já se aproxima de 50% da meta de 100 mil famílias. Elisa explica que essa evolução rápida só foi possível graças aos investimentos do Governo do Estado nas equipes, com o fornecimento de veículos e equipamentos de proteção individual contra a Covid-19, bem como do grande empenho dos servidores do programa.

Ainda sobre esse avanço, a secretária lembra que no último dia 15, aproximadamente 7 mil cartões deverão form entregues no ‘Dia M’ do Mais Social. “É um grande esforço para que tenhamos famílias com o cartão em mãos e com acesso aos R$ 200 reais disponibilizados pelo Governo do Estado”, reforçou.

Mais Social

O Mais Social foi criado para atender famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. O programa paga R$ 200 para quem tem renda mensal inferior a meio salário mínimo e atende aos critérios do programa. Com o programa, a estimativa é investir R$ 260 milhões por ano na economia de Mato Grosso do Sul.


Voltar


Comente sobre essa publicação...