Semana On

Domingo 22.mai.2022

Ano X - Nº 488

Mato Grosso do Sul

Campanha Antigripe da Cassems: vírus Influenza ainda causa surtos em cidades do Brasil

A vacina contra a Influenza pode evitar que eventuais surtos da doença ocorram

Postado em 10 de Dezembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Na última semana, dados do Painel Covid da prefeitura do Rio de Janeiro, com um mapeamento viral da secretaria municipal de saúde, apontam que 95,5% dos casos de síndrome gripal na cidade são causados pela influenza A (H3N2). Aqui em Mato Grosso do Sul, o vírus também circula, principalmente, pelo aspecto seco do clima da região.

Os beneficiários da Cassems ainda podem se prevenir com a reserva da dose da vacina Antigripe de 2022, até o dia 30 de dezembro.  Para fazer a reserva, é necessário acessar o Portal do Beneficiário (beneficiario.cassems.com.br). Apenas o titular do plano poderá garantir a sua dose e do seu grupo familiar. Para mais informações, o beneficiário deve ligar na Central de Atendimento (67) 3314-1010.

O valor de cada dose é de R$ 80,00. A Caixa dos Servidores realiza a campanha de vacinação há nove anos para os servidores públicos e seus familiares com o objetivo de reduzir as internações decorrentes das infecções causadas pelo vírus Influenza. O Sistema Único de Saúde (SUS) distribui a vacina apenas para crianças menores de dois anos, gestantes e idosos acima de 60 anos, considerados grupos de risco.

Com a pandemia, tomar a vacina se torna ainda mais crucial, para evitar infecções cruzadas, conforme explica a diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib.  “Para resguardar a população de patologias que causem impacto no sistema imunológico, a vacinação é essencial para blindar o organismo contra agentes infecciosos. Em tempos de uma crise pandêmica, uma campanha como a de prevenção contra a gripe não só diminui a incidência de casos de Influenza, como também facilita no diagnóstico preciso para a Covid”.


Voltar


Comente sobre essa publicação...