Semana On

Quinta-Feira 19.mai.2022

Ano X - Nº 487

Campo Grande

Prefeitura de Campo Grande não vai promover festa de réveillon e carnaval

Programação de Natal foi mantida e prevê shows e caravanas pelos bairros

Postado em 01 de Dezembro de 2021 - Rafaela Moreira – G1

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A prefeitura de Campo Grande anunciou que não vai promover festa pública na virada do ano de 2021 para 2022. A decisão foi tomada como medida de biossegurança para tentar prevenir a disseminação do coronavírus.

“Assim como o carnaval, cancelamos também o réveillon em Campo Grande. Vamos seguir o pedido das autoridades de saúde”, afirmou o prefeito Marquinhos Trad (PSD).

A última festa de réveillon realizada pela prefeitura de Campo Grande aconteceu na virada de 2019 para 2020. Na época, em razão da proibição do barulho provocado pelos fogos foi realizada uma queima silenciosa, no espaço da "Cidade do Natal", nos altos da avenida Afonso Pena.

Programação de natal mantida

Mas se o município cancelou a programação de réveillon, a de natal foi mantida e contará com apresentações para crianças e shows musicais em vários pontos da região central da cidade, além de caravana pelos bairros.

A programação de natal, entretanto, terá restrição a quantidade de público e será exigido o comprovante de vacinação para adultos na abertura e encerramento das atividades.

Carnaval também foi cancelado

No último dia 26, a prefeitura havia anunciado que Campo Grande não terá Carnaval de rua em 2022. A decisão levou em conta, segundo o prefeito, também a preocupação das autoridades de saúde com a Covid-19.

No pronunciamento, a prefeitura justificou que apesar da retomada acontecer de forma gradual, ainda se vive uma pandemia e com o surgimento de novas variantes, técnicos em saúde do mundo inteiro têm demonstrado preocupação.

Conforme uma nota divulgada, o Executivo, disse que dará todas as condições às escolas de samba, bem como já abriu o diálogo para a construção de um possível novo formato para a realização dos desfiles, no caso, de forma online.

Quanto aos eventos particulares, realizados em clubes ou casas noturnas, a prefeitura diz que deve definir regras de biossegurança específicas para o Carnaval por uma comissão a ser criada para este fim.


Voltar


Comente sobre essa publicação...