Semana On

Sexta-Feira 03.dez.2021

Ano X - Nº 470

Mato Grosso do Sul

Balança comercial de Mato Grosso do Sul acumula superávit de US$ 3,8 bilhões no ano

Comparado com o superávit verificado no mesmo período do ano passado, o valor é superior em 8,56%

Postado em 10 de Novembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Os resultados das exportações de Mato Grosso do Sul mostraram um superávit acumulado no ano de US$ 3,8 bilhões de janeiro a outubro de 2021, conforme demonstram os dados da Carta de Conjuntura nº 72 elaborada pelo setor de Estatística da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), com informações da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Comparado com o superávit verificado no mesmo período do ano passado, o valor é superior em 8,56%. Esses resultados são fruto, principalmente, das exportações de soja (35,87% da pauta) e celulose (21,77% da pauta), que lideram as exportações do Estado. Destacam-se ainda o crescimento das exportações de produtos de origem animal (carne bovina (22,97%) e carne de aves (33,2%)); e derivados da soja (55,9%) que estão em alta no mercado internacional.

“O quadro é de estabilidade com viés de alta para a maioria dos produtos. A exceção é o milho, que apresentou queda nas exportações devido à safra ruim causada pelas más condições do clima. Já o volume exportado de soja continua crescendo. No geral temos uma balança equilibrada, atestando a segurança de nossa economia”, pontuou o secretário adjunto da Semagro, Ricardo Senna.

A China permanece como principal destino das exportações com 47,22% dos valores exportados, embora em termos percentuais esteja um pouco abaixo do apurado no mesmo período do ano passado (47,8%). Apresentaram crescimento nas exportações o Egito (+63,4%) e Estados Unidos (+58,82%). O município de Três Lagoas, onde se concentram as fábricas de celulose) continua como principal exportador de produtos com 36,07% da pauta do Estado.

Carta de Conjuntura

As Cartas de Conjuntura do Setor de Exportação são instrumentos informativos que servem de fonte de referência para investidores, analistas de mercado, jornalistas e pesquisadores. A publicação é mensal, disponibilizada na página da Semagro na Internet e é baseada nos dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), por meio da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).


Voltar


Comente sobre essa publicação...