Semana On

Sexta-Feira 03.dez.2021

Ano X - Nº 470

Mato Grosso do Sul

Riedel e Tereza Cristina reforçam importância do Movimento Norte Forte MS

Movimento busca o desenvolvimento da região através de políticas voltadas ao turismo, comércio, políticas regionais, educação e agronegócio

Postado em 10 de Novembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, juntamente com 14 prefeitos da região norte do Estado, e demais lideranças de diferentes segmentos da região, participaram no último dia 7, no Sindicato Rural de Coxim, do Fórum de Desenvolvimento Norte Forte MS. Movimento que busca o desenvolvimento da região norte de Mato Grosso do Sul através de políticas voltadas ao turismo, comércio, políticas regionais, educação e agronegócio.

Organizado pelo Cointa (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia Hidrográfica do rio Taquari), Sebrae e com o apoio da Prefeitura Municipal de Coxim, os 14 prefeitos dos municípios consorciados apresentaram ao secretário Riedel e a Ministra Tereza Cristina, o novo momento do Cointa, além do panorama atual político e as demandas que possam fomentar o progresso da região.

De acordo com o prefeito de Sonora, Enelto da Silva, que também é presidente do Cointa, o consórcio está atuando em três frentes de serviços. “Temos uma usina de micro investimentos, uma empresa fazendo manutenção de reparos nas estradas dos municípios e outra na área de serviços veterinários, que atua na inspeção dos produtos de origem animal.  O Cointa tem atuado firme, com transparência e união”.

O secretário Eduardo Riedel, destacou o papel do Cointa na mobilização dos interesses e prioridades da região. “A região Norte se estruturou e isso traz desenvolvimento e o Governo do Estado tem feito investimentos em infraestrutura, o que trouxe competitividade. Essa capacidade que os prefeitos têm tido de trabalhar os objetivos em comum, as prioridades da região, é o que faz a diferença. O Cointa é um consórcio maduro e preparado”.

Riedel ainda destacou a região norte do Estado como o foco de desenvolvimento. “Essa região já está se desenvolvendo e muito rápido. Ligando as regiões pantaneiras com estradas, estamos dando oportunidades ao produtor pantaneiro e ao turismo e isso é muito importante para o crescimento desses municípios”, finalizou.

A Ministra Tereza Cristina disse que a região Norte é unida, tem liderança e vai fazer a diferença no Estado e também destacou o trabalho do Consórcio. “O Cointa está organizado e mostra a relevância do grupo. Aqui [região Norte] é a bola da vez, deixa de ser uma região pobre para ser uma região de desenvolvimento. ”

Movimento Norte Forte MS

O Movimento Norte Forte MS teve origem a partir do Programa LIDER (Liderança para Desenvolvimento Regional). Organizado pelo Sebrae a proposta do programa é estimular a criação de um ambiente favorável aos pequenos negócios para o desenvolvimento regional sustentável por meio de uma metodologia de mobilização, qualificação e integração de lideranças. Participa ativamente empresários, executivos, gestores municipais e representantes de entidades da sociedade civil.

Através da agenda de desenvolvimento, nominada de “Movimento Norte Forte MS”, identificou-se as demandas, apresentando metas com ações focadas na geração do desenvolvimento econômico através de macro-objetivos: agronegócio e turismo; trabalho e renda plenos e adesão da sociedade ao Movimento Norte Forte.

No evento, ainda foram entregues 1.500 cestas básicas aos municípios da região norte. A entrega faz parte do Movimento Agro Fraterno, que promove uma corrente solidária entre os produtores rurais e instituições ligadas ao setor para ajudar as famílias mais atingidas na pandemia.

Estiveram presentes no evento, o secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, o presidente do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, o superintendente do Sebrae/MS e também diretor da Famasul, Cláudio Mendonça, e as lideranças políticas e rurais.


Voltar


Comente sobre essa publicação...