Semana On

Domingo 22.mai.2022

Ano X - Nº 488

Mato Grosso do Sul

Estado investe em armamentos de última geração para polícias do MS

Até final de 2022 o Governo vai adquirir 5,5 mil armas

Postado em 10 de Novembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Governo do Estado irá comprar 5.500 armas para as polícias de Mato Grosso do Sul, até o final do ano que vem. O primeiro lote, de 560 pistolas calibre 9mm, da marca Beretta, serão entregues aos policiais civis dentro de 90 dias.

Importadas da Itália, as armas estão sendo adquiridas por meio de adesão a uma ata de registro de preços da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o que garantiu economia aos cofres públicos. Cada pistola que no mercado custa entre 11 e 15 mil reais, está sendo adquirida pela Sejusp por R$ 2.238,00 a unidade.

Conforme extrato do contrato firmado pela Sejusp com a italiana Fábrica D’Armi Pietro Berreta S.P.A, publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (8), o investimento feito no primeiro lote de pistolas para a Polícia Civil foi de R$ 1.270.080,00 em recursos próprios do Governo do Estado.

“São armas adquiridas através de ata de registro de preços no Ministério da Justiça e Segurança Pública, que contempla vários estados e, Mato Grosso do Sul, também fez a adesão, buscando justamente proporcionar aos nossos policiais o que tem de melhor em armamento em nível mundial”, explica o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira.

Mais armas

Ainda este ano, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública irá comprar, com recursos próprios do Governo do Estado, mais 1.940 armas, entre pistolas e fuzis. "Desde o início da gestão destaquei que segurança é uma política de Estado, por isso investimos, além da compra de equipamentos, em treinamento, qualificação e melhores condições de trabalho", disse o governador Reinaldo Azambuja.

Serão 1.500 armas para policiais lotados em companhias, batalhões e pelotões da Polícia Militar, 60 para o Grupo Armado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) e 380 para o Bope, Choque e Departamento de Operações de Fronteira (DOF). “O objetivo é entregar armas de última geração para os policiais de Mato Grosso do Sul, principalmente os que atuam na região de fronteira”, garante o secretário de Segurança.

As outras 3.000 pistolas e fuzis, que serão entregues até o final de 2022 para policiais de todas as forças de segurança pública estaduais, serão adquiridas com recursos de convênios e emendas parlamentares.


Voltar


Comente sobre essa publicação...