Semana On

Quinta-Feira 19.mai.2022

Ano X - Nº 487

Legislativo

Deputados prestigiam lançamento do Programa MS Alfabetiza

‘O objetivo é fortalecer o nível de alfabetização’, reforça Paulo Corrêa

Postado em 26 de Outubro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com adesão de 100% dos municípios, o Programa MS Alfabetiza foi lançado no último dia 25 pelo Governo do Estado, após aprovação por unanimidade da Assembleia Legislativa no fim de setembro. O evento contou com a participação dos deputados Paulo Corrêa (PSDB), Gerson Claro (PP), Lucas de Lima (Solidariedade) e Professor Rinaldo (PSDB).

O programa visa apoiar as redes municipais de ensino com material escolar e apoio pedagógico, com treinamento aos professores e formação de equipe multidisciplinar, além de premiar as escolas com os melhores índices e melhorar as escolas com os piores índices. O objetivo é fortalecer o nível de alfabetização.

Em nome da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), o presidente Paulo Corrêa assinou o lançamento e discursou elogiando a iniciativa. “O que será que motiva um governador a pegar o dinheiro do Orçamento, encaminhar projeto para a Assembleia Legislativa aprovar, para investir na alfabetização? Item que, por lei, não seria ‘problema’ dele, mas sim responsabilidade dos municípios. O que será que faz isso? É o que disseram: é política da boa. Ele [o governador Reinaldo Azambuja] está fazendo acontecer. É muito legal esse projeto. A rede que nos une, que fazer acontecer. Mesma coisa com a vacinação em MS estar em primeiro lugar. É boa gestão, fez todas as secretarias agirem. Isso que vai acontecer na Educação. Está bonito demais”, destacou Paulo Corrêa.

O governador agradeceu a rapidez da ALEMS na aprovação.  “A Assembleia colaborou muito aprovando em apenas uma semana o projeto. O governador não pode tudo, não basta eu gostar do programa se a Assembleia não aprova a lei e foi em tempo recorde. Aprovaram porque é uma política de Estado, que veio para ficar e ser aprimorada. Hoje eu agradeço a adesão de vocês gestores municipais, pois a pandemia trouxe prejuízos e temos que correr atrás. Queremos melhorar o índice do aprendizado lá das séries iniciais, no cerne, porque daí não tenho dúvida que quando chegarem nas universidades chegarão muito mais bem preparados”, concluiu o governador Reinaldo Azambuja.

Melhorar a qualidade da alfabetização nas séries iniciais do ensino fundamental é um dos maiores desafios das escolas públicas do Brasil. De cada 100 alunos de oito anos que estão 3º ano do ensino fundamental, 55 não sabem ler adequadamente e não tem conhecimento suficiente em matemática, de acordo com dados da Avaliação Nacional da Aprendizagem (ANA) de 2016, do Ministério da Educação (MEC). Saiba mais sobre o Programa clicando aqui.


Voltar


Comente sobre essa publicação...