Semana On

Sexta-Feira 03.dez.2021

Ano X - Nº 469

Judiciário

Candidata à presidência da OAB-MS, Rachel Magrini destaca importância dos novos advogados

Eleição para a seccional sul-mato-grossense da ordem acontece no dia 19 de novembro

Postado em 22 de Outubro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Ser um jovem advogado não é fácil. O profissional que agora ingressa no mercado está cercado por incertezas, dificuldades e aprendizados diários.

Um mercado de trabalho defasado e com baixos salários, com a alta competitividade, pressão por parte dos familiares e concursos com alto grau de conhecimento requisitado: estes são apenas alguns dos desafios.

Para a advogada Rachel Magrini, candidata da chapa “Um Novo Tempo Para a OAB/MS” à presidência da seccional sul-mato-grossense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), é papel da instituição auxiliar estes novos profissionais a superar estas e outras dificuldades.

“Por isso temos uma série de projetos para apoiar o jovem advogado”, afirma Magrini, que lidera as pesquisas para as eleições marcadas para o dia 19 de novembro.

Entre estes projetos destacam-se:

- a criação do Conselho da Jovem Advocacia, onde os assuntos pertinentes serão debatidos em encontros periódicos e levados ao Conselho Seccional.

- reimplantação do Escritório Modelo, ofertando gratuitamente à jovem advocacia, não apenas a estrutura física do “coworking”, mas também a orientação jurídica, consultoria para a cobrança de honorários, gestão de escritório e constituição de sociedade;

- criação do Curso Permanente de Formação e Aperfeiçoamento da Jovem Advocacia, com certificação pela ESA/MS, capacitando-a para o início da profissão;

- criação da Central de Vagas e Banco de Currículos, para auxiliar a Jovem Advocacia a conquistar oportunidades de trabalho;

- criação do Núcleo de Apoio à Jovem Advocacia, disponibilizando auxílio para estruturação de escritório, aquisição de equipamentos tecnológicos a custo acessível;

- fiscalização da aplicação da lei que criou o piso salarial dos advogados, assim como fomentar, por intermédio de comissão especial, mecanismos de controle efetivo contra o exercício irregular da profissão;

- realização de eventos, seminários, encontros, congressos e cursos específicos para a Jovem Advocacia e para os estagiários de Direito, na Capital e no interior, com certificação pela ESA/MS.

- criação do programa de isenção de pagamento dos cursos da ESA/MS para a Jovem Advocacia.

O vice-candidato da chapa, o advogado André Xavier, reforça: “Precisamos de novas ideias e novos ideais, e de pessoas comprometidas com a advocacia”.


Voltar


Comente sobre essa publicação...