Semana On

Domingo 19.set.2021

Ano X - Nº 461

Legislativo

No ‘Setembro Amarelo’, vereador Carlão destaca implantação de medidas de prevenção ao suicídio

O vereador destacou a necessidade de se lutar contra os casos e conscientizar a população campo-grandense contra esse problema mundial de saúde pública

Postado em 09 de Setembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

No mês da Campanha “Setembro Amarelo”, que visa o Combate e Prevenção ao Suicídio, o vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, destacou a necessidade de se lutar contra os casos e conscientizar a população campo-grandense contra esse problema mundial de saúde pública. Em 10 de setembro, é celebrado o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio e o vereador Carlão é autor Lei Nº 5.613/13 dispondo sobre a Implantação de Medidas de Prevenção ao Suicídio nas Escolas Municipais.

“Essa Lei visa alertar e promover o debate na escola e na comunidade acerca da questão do suicídio, suas possíveis causas e indicadores, auxiliando educadores, pais, familiares e outras pessoas a reconhecerem uma situação de risco. Principalmente porque os casos de suicídio e depressão na infância e adolescência estão cada vez mais comuns. Precisamos desmistificar o tema e buscar mecanismos para prevenir”, avaliou Carlão.

Conforme dados estimados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos. Para cada suicídio, há muito mais pessoas que tentam o suicídio a cada ano. A tentativa prévia é o fator de risco mais importante para o suicídio na população em geral. O suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. 79% dos suicídios no mundo ocorrem em países de baixa e média renda. Ingestão de pesticidas, enforcamento e armas de fogo estão entre os métodos mais comuns de suicídio em nível global.

“São estatísticas alarmantes e precisamos mobilizar toda sociedade com prevenção. Falar é sempre a melhor solução! Temos trabalhado para que o tema seja constante nos debates do Poder Legislativo Municipal, para que possamos ampliar a conscientização e encontrarmos mecanismos para a efetividade das políticas públicas de prevenção”, concluiu.


Voltar


Comente sobre essa publicação...