Semana On

Domingo 17.out.2021

Ano X - Nº 463

Mato Grosso do Sul

Governador entregou obras na região de Dourados e anunciou investimentos privados

Foram entregues mais de R$ 16,5 milhões em investimentos em obras na área de infraestrutura, saúde, educação e lazer

Postado em 07 de Setembro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Para melhorar a logística e vias urbanas, o governador Reinaldo Azambuja entregou uma série de obras de infraestrutura na Grande Dourados, e anunciou novos investimentos privados na região, que vão ampliar o número de empregos e ajudar no desenvolvimento local.

O governador entregou mais de R$ 16,5 milhões em investimentos em obras na área de infraestrutura, saúde, educação e lazer. “O nosso ritmo de investimentos na cidade nunca parou e tem sido a tônica do nosso governo, principalmente nas obras estruturantes”.

Entre elas está a revitalização da Praça Antônio Alves Duarte e Avenida Hayel Bon Faker, assim como a autorização para construção do Centro de Diagnóstico e Especialidades Médicas e a licitação para o prédio da Polícia Militar do distrito de Itahum. Também inaugurou a reforma da Escola Estadual Antônia da Silveira Capilé e a sede da Associação de Pais e Amigos dos Autistas da Grande Dourados.

Na área de assistência social, ainda contemplou mais de 900 famílias da cidade com cartões do programa Mais Social. “Com esses cartões, todos os meses as famílias terão R$ 200 para completar a compra de alimentos, ou de material de higiene pessoal, para dar mais dignidade, e assim escolher o que comprar, seja arroz, feijão, macarrão ou outro alimento”, disse o governador.

Douradina e Itaporã

As cidades de Douradina e Itaporã também receberam investimentos do governo do Estado nesta semana. Entre elas as obras de pavimentação que vão melhorar o escoamento da produção local, como as obras na MS-162 e MS-157.

“A obra da MS-157 é para recuperação total do asfalto que liga Itaporã até a Gleba Santa Terezinha. São R$ 7,5 milhões. Já a obra na MS-162 é de implantação e pavimentação do entroncamento da BR-267 até a Placa do Abadio, beneficiando Itaporã, Dourados e Maracaju. Essa é a primeira frente de obras. São R$ 52,1 milhões”, descreveu o governador em Itaporã.

Na cidade (Itaporã) ainda inaugurou as obras de ampliação da estação de tratamento de esgoto da cidade. Com R$ 4,2 milhões da Funasa e da Sanesul, a cobertura de tratamento de esgoto na cidade saiu de 15% para 50%.

Já em Douradina o governador entrou e lançou obras que ultrapassam R$ 18 milhões. Entre os investimentos entregues estão a obra de pavimentação asfáltica em diversas Ruas no Distrito de Cruzaltina (R$ 519,6 mil) e a construção da ponte de concreto armado sobre o Córrego Laranja Doce, na Estrada Barro Preto, que liga Douradina e Dourados (R$ 2,4 milhões).

Ainda autorizou licitação para pavimentar a rodovia Rodovia MS-379, entre a BR-163 e o Distrito de Bocajá (R$ 11,5 milhões); e um convênio de apoio financeiro para a aquisição de uma área para o Polo Industrial de Douradina.

Investimentos privados

Com foco na geração de empregos e renda da população, o governador participou do lançamento da segunda fase de obras da indústria Inpasa, em Dourados, que devem gerar 250 novos empregos diretos e mais 150 indiretos, que somados aos da primeira fase, já em andamento, totalizam 1,7 mil (empregos) diretos e cerca de 3,6 mil indiretos.

Juntando as duas fases de investimentos, são mais de R$ 2 bilhões empregados nessa unidade, que é a terceira planta brasileira do grupo. “Uma empresa quando escolhe um local para se instalar, olha segurança jurídica, leis e marcos regulatórios, a dinâmica da equipe. É muito importante dar confiança ao empresário e acho que tudo isso é um ambiente realmente importante que foi criado no Estado”, disse o governador.

Ainda nesta semana o governador visitou a construção da nova fábrica de celulose da Suzano, em Ribas do Rio Pardo, na BR-262. O local vai receber um investimento de R$ 14,7 bilhões de até 2024.

“Ribas do Rio Pardo vive um crescimento econômico com a instalação dessa fábrica, que vai gerar até 10 mil empregos diretos durante as obras e outros três mil depois do início da operação”, descreveu.

Para o empreendimento o governo do Estado e a empresa firmaram uma série de compromissos, entre eles a utilização da mão de obra local. “A cidade está em um momento importante e, para absorver todo esse investimento, vamos continuar estruturando as áreas de infraestrutura, segurança, saúde, habitação e educação”.

Ferrovias

Para alavancar a economia e reduzir os custos de transporte, o governador também participou do lançamento do programa "Pro Trilhos", em Brasília, no Palácio do Planalto.

O evento abriu o "Setembro Ferroviário", concedendo 10 autorizações para a construção de 3,3 mil km de trilhos, com previsão de investimento de R$ 53 bilhões. Para Mato Grosso do Sul foram autorizadas 76 km de ferrovia entre Maracaju e Dourados, ao custo de R$ 2,85 bilhões.

O governador ainda comemorou a Medida Provisória 1.065 que autoriza empresas privadas a investirem em ferrovias e pediu celeridade para sua aprovação no Congresso Nacional. "É uma MP que todo mundo ganha, tive uma reunião com os governadores, temos um grande apoio, pedimos ao presidente Rodrigo Pacheco (do Senado) que tramitasse rapidamente a MP para a gente validar isso e ter o destravamento desse investimento ferroviário". 


Voltar


Comente sobre essa publicação...