Semana On

Domingo 22.mai.2022

Ano X - Nº 488

Mato Grosso do Sul

Governo do Estado segue com investimentos em rodovias na região do Pantanal

Obras objetivam melhorar o tráfego e fluxo de veículos, assim como a logística e escoamento da produção local

Postado em 20 de Agosto de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O governo do Estado segue com os investimentos em infraestrutura na região do Pantanal, com obras nas rodovias para melhorar o tráfego e fluxo de veículos, assim como a logística e escoamento da produção local.

Foi assinado no começo da semana o contrato para obra de R$ 20,4 milhões na rodovia MS-228, em Corumbá, para ser implantado revestimento primário em um trecho não pavimentado de 45 km. A empresa vencedora do certame terá o prazo de 18 meses para concluir os trabalhos.

Os recursos para estes investimentos são advindos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do MS), destinados para manutenção e conservação de estradas.

O governo do Estado está ampliando os investimentos na região do Pantanal, para melhorar a economia local e facilitar o acesso para diferentes locais. Um dos objetivos é implantar um eixo rodoviário que vai integrar o Pantanal com a rota turística Miranda-Bonito-Corumbá-Porto Murtinho.

"Com investimentos como este, estamos garantindo segurança, bem-estar, competitividade para investimentos e, com isso, atraindo oportunidades, gerando emprego e renda para toda a população não apenas de Corumbá, mas de todo o Estado. Esta rota atinge uma área que tem como base econômica tanto a pecuária como o turismo, sendo, portanto, uma obra duplamente importante", afirmou o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

Investimentos

Desde 2015 o governador Reinaldo Azambuja já investiu mais de R$ 4,6 bilhões em infraestrutura e segue com uma agenda de obras até o final de 2022. Para isto promoveu o programa “Governo Presente”, onde ouviu as demandas dos prefeitos e lideranças dos 79 municípios, antes de realizar as obras em cada cidade.

Os investimentos em manutenção de rodovias não pavimentadas e de pontes de madeira ultrapassam R$ 1,3 bilhão em seis anos e oito meses de mandato. Durante este período foram feitos 6 mil quilômetros de rodovias cascalhadas e 777 km de estradas implantadas e pavimentadas no Estado.

No começo do ano o governador inclusive lançou um pacote com 11 obras de pavimentação e restauração de 296 km de rodovias estaduais, com custo de R$ 376,9 milhões, para atender diferentes regiões do Estado. “Nosso objetivo é encurtar caminhos e fazer a ligações dos municípios e polos econômicos do Estado, para alavancar a economia local, com geração de empregos e renda à população”, descreveu o governador.


Voltar


Comente sobre essa publicação...