Semana On

Domingo 23.jan.2022

Ano X - Nº 475

Legislativo

Carlão destaca aprovação de PL que autoriza empréstimo de R$ 95 milhões destinados ao financiamento de obras na Capital

Para o presidente da Câmara, a Casa está concedendo um ‘crédito e não uma carta em branco à Prefeitura’

Postado em 20 de Agosto de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Ao proferir a aprovação do projeto de lei 10.238/21, que autoriza o Poder Executivo a contratar empréstimo de R$ 95 milhões que serão destinados ao financiamento de obras na Capital, o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB) afirmou que a Casa de Leis está concedendo um “crédito e não uma carta em branco à Prefeitura, mas um voto de confiança pelo bem da nossa cidade. Pelo desenvolvimento de Campo Grande”. 

“É uma operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal, no âmbito da Linha de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), para obras de pavimentação e drenagem de vias, de obras das áreas de educação, saúde, habitação, esporte e lazer, assistência social, e para atender programas da administração pública. São R$ 95 milhões que serão investidos para o término de obras paradas, depredadas e que estavam sendo aguardadas ansiosamente pela população campo-grandense. Mas esse crédito, não representa uma carta em branco, mas um voto de confiança pelo bem da nossa cidade. Pelo desenvolvimento de Campo Grande. Nós, os 29 vereadores de Campo Grande, vamos acompanhar de perto a aplicação desses recursos e a execução dessas obras. Faremos nosso papel de permitir a contratação do crédito e também nossa função de fiscalizar”, disse o presidente.

O projeto foi votado na sessão ordinária desta quinta-feira (19), da Câmara Municipal de Campo Grande. O valor da operação de crédito previsto compreende os recursos financeiros previstos para compor parte do total a ser investido em Educação, para conclusão, reforma, ampliação e adequação de Escolas Municipais de Ensino Infantil - EMEI e Escolas Municipais – EM, R$ 14 milhões de reais. Para Saúde - Reforma, ampliação e adequação de Unidades de Saúde (UPAs e Centros Regional de Saúde - CRS), R$ 10 milhões de reais. Para Habitação, construção de moradias populares para atender população vulnerável áreas de assentamento habitacional e aquisição de software, R$ 16 milhões de reais. Para Assistência Social, implantação do Centro de Referência Especializado de Assistência Social para a população em situação de rua – POP, R$ 4 milhões de reais.

Já na área da Infraestrutura os recursos serão investidos em Pavimentação, drenagem e construção de bacias de contenção de enchentes (diversos bairros da cidade), R$ 27 milhões e 500 mil reais. Serviços Públicos diversos, construção, reforma, ampliação e adequação de prédios próprios, parques, praças e áreas públicas municipais (reforma da Praça do Rádio, da Praça Aquidauana e do Horto Florestal, adequação para espaço multiuso do Ginásio Guanandizão, reforma, adequação e ampliação de prédios públicos, restauração e preservação da antiga Escola Isauro Bento e implantação de sete parques infantis adaptados em diversos bairros da cidade), R$ 22 milhões e 800 mil reais. Para o Bem-estar Animal, construção da UPA Vet, do Centro de Triagem para cães e gatos e aquisição de equipamentos e material permanente para as unidades de atendimento do bem-estar animal, R$ 700 mil reais.


Voltar


Comente sobre essa publicação...