Semana On

Quarta-Feira 25.mai.2022

Ano X - Nº 488

Coluna

Farofinha especial: Letícia Massula compartilha receita que era feita pela avó dela

Dica da semana pode ser feita até sem a necessidade de uso do fogão, utilizando apenas ingredientes crus

Postado em 19 de Agosto de 2021 - Brasil de Fato

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Nesta semana, a cozinheira Letícia Massula compartilha a memória de uma farofinha muito especial que era feita pela avó dela. A cozinha afetiva apresenta uma receita crua e fria. A exceção fica por conta da opção de colocar (ou não) ovos cozidos. 

A dica da vez é tão simples que pode ser aproveitar ingredientes acessíveis e sem utilizar o fogão. 

Modo de fazer

Cozinhe os ovos em ponto de gema dura (cerca de 15 minutos, dependendo da potência do seu fogão).

Misture todos os ingredientes e ajuste o sal.

Tá pronta! É só isso!

Se quiser fazer variações, pode usar abobrinha crua ralada no lugar da cenoura ou mesmo beterraba! Também fica uma delícia acrescentar sardinha em conserva esfarelada. E é claro, o coentro sempre vai bem no tempero!

Rendimento 4 porções. 
Tempo de preparo 20 minutos. 

Ingredientes

- 2 xícaras de farinha de mandioca torrada;
- ½ xícara de salsinha laminada;
- ½ xícara de cebolinha verde laminada;
- 1 cenoura ralada;
- 2 ovos cozidos em ponto de gema dura picadinhos;
- 1 pimenta ardida picadinha;
- 3 colheres (sopa) de azeite;
- Sal e pimenta do reino à gosto.

Dicas para o preparo

1: laminar a salsinha com os talos, bem fininhos, que vão dar textura extra na farofa; 

2: a cebolinha verde entra no lugar da cebola, como a farofa é fria, o sabor é mais delicado; 

3: para cozinhar o ovo em ponto de gema dura, você deve colocar os ovos em agua morna e garantir que não ferva durante o cozimento. Assim, a clara não fica borrachenta e a gema não fica com aquela película esverdeada; 

4: ovos quando passam do ponto de cozinhar ficam com uma cor cinza esverdeada em volta da gema, é que depois que passa do ponto, acontece uma reação que produz sulfeto ferroso. Quanto mais velhos os ovos, mais rápido acontece essa reação. 

Dica cultural

A importância da mandioca, farinha, farofa: de norte a sul do Brasil o que nos une é a onipresente mandioca. De alguma maneira, todo brasileiro come mandioca e seus derivados no dia a dia. E das muitas maneiras de consumo, desde tucupi, goma, polvilho, puba, sagu, beiju e tapioca, a farinha feita da mandioca é o alimento com mais significado e potência para toda a gente brasileira.

Aprendemos os preparos com a mandioca com nossos ancestrais, os donos dessa terra. E é dessa farinha, enriquecida com outros ingredientes que fazemos as nossas muitas variações de farofa, prato que vai do acompanhamento ao principal e até virou sinônimo da nossa mania irresistível de carregar comida por ai, no orgulho de ser farofeiro.

Para saber mais receitas incríveis como essa, acesse o site Cozinha da Matilde da cozinheira Letícia Massula.


Voltar


Comente sobre essa publicação...