Semana On

Sexta-Feira 22.out.2021

Ano X - Nº 464

Legislativo

Associação dos ostomizados agradece emenda do FIS de autoria do vereador Carlão

O vereador Carlão enalteceu a importância do Poder Público investir em entidades do Terceiro Setor

Postado em 18 de Agosto de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Associação dos Ostomizados do Estado de Mato Grosso do Sul – AOMS, através de sua vice-presidente - Lana Flores, agradeceu a emenda do Fundo de Investimento Social (FIS/2020) de autoria do vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), presidente da Câmara Municipal de Campo Grande. A AOMS é uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos e econômicos, com sede na Capital, que atua na defesa dos direitos das pessoas ostomizadas em todo Estado.

“A Associação dos Ostomizados existe há 27 anos para defender e garantir os direitos desses pacientes, priorizando pelo fornecimento adequado do dispositivo coletor e trabalhando para que seus direitos não sejam violados.  Visando sempre a manter e ampliar seu atendimento, a Associação por meio das Emendas recebidas pode melhorar e dar continuidade aos serviços prestados aos ostomizados e familiares. Toda contribuição é bem-vinda e, por isso, agradecemos o apoio dado pelo senhor e sua equipe. Apresentamos protestos de estima e consideração e convidamos para que venha conhecer as melhorias feitas em nossa sede com a emenda recebida”, descreve a comunicação enviada ao gabinete do parlamentar.

O vereador Carlão enalteceu a importância do Poder Público investir em entidades do Terceiro Setor.

“As entidades escolhidas para receber esses recursos precisam cumprir requisitos básicos e estarem dentro das exigências da Prefeitura que é quem libera o dinheiro. São instituições importantes que fazem um trabalho que muitas vezes o Poder Público não faz, atuando no terceiro setor, auxiliando nas mais variadas situações de vulnerabilidade social. Fico muito satisfeito em contribuir nesse processo e ajudar quem faz a diferença”, disse Carlão, acrescentando que especialmente neste período de Pandemia as entidades precisam de apoio para sobreviverem.

Ostomia ou estomia

É uma intervenção cirúrgica que permite criar uma comunicação entre o órgão interno e o exterior, com a finalidade de eliminar os dejetos do organismo. A nova abertura pode ser uma Colostomia, Ileostomia ou Urostomia. Após realizar a cirurgia o paciente torna-se Ostomizado, passando a utilizar um dispositivo, geralmente uma bolsa coletora, que permite recolher o conteúdo a ser eliminado através do ostoma. Desde a publicação do Decreto 5.296 de 02 de dezembro de 2004 às pessoas ostomizadas são consideradas pessoas com deficiência devendo receber não somente a bolsa coletora pelo Sistema Único de Saúde ou pelo plano de saúde (quando for o caso) mas também uma série de direitos que lhe garantam qualidade de vida.


Voltar


Comente sobre essa publicação...