Semana On

Terça-Feira 07.dez.2021

Ano X - Nº 470

Mato Grosso do Sul

‘Vamos dar nova cara para as rodovias em diversas regiões do Estado’, diz Eduardo Riedel

Superávit do Fundersul reforça pacote de obras de infraestrutura no MS

Postado em 10 de Agosto de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Mesmo com a pandemia, a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) vai contar com uma suplementação orçamentária de R$ 345 milhões ainda em 2021, referente ao Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul). Esse dinheiro já tem endereço certo: restauração, implementação e pavimentação de rodovias em diversas regiões do Estado. “Com estes recursos, vamos dar uma nova cara para as rodovias em diversas regiões do Estado’, disse o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

O governador Reinaldo Azambuja lembrou que os recursos do Fundersul só podem ser aplicados na área de infraestrutura. “Os governos existem para devolver em obras, programas e projetos o dinheiro dos impostos que todos pagamos. Mato Grosso do Sul já é o estado brasileiro com mais investimentos públicos estaduais por habitante e esse superávit vai ser usado integralmente em infraestrutura, conforme determinam as regras do fundo, e com isso vamos melhorar o ir e vir das pessoas, integrar regiões e garantir mais segurança para quem trafega nas nossas rodovias", disse.

Entre os novos investimentos estão a pavimentação da MS-162, em Maracaju, Dourados e Itaporã; da MS-345, em Anastácio, Nioaque e Bonito; MS-156, em Caarapó; MS-378, em Ponta Porã, Laguna Carapã e Caarapó; e da MS-382, em Guia Lopes da Laguna e Ponta Porã, entre outros.

A suplementação orçamentária, como acontece todos os anos, é proveniente do saldo dos recursos do exercício anterior e será utilizada diretamente nas obras de infraestrutura do Estado até o final deste ano, dentro do planejamento estabelecido pelo Governo do Estado.

No exercício de 2021, a previsão de receita era de R$ 927,83 milhões. Criado pela Lei 1.963, de 11 de junho de 1999, o Fundersul tem como objetivo melhorar a infraestrutura rodoviária do Estado e municípios.

Primeiro Semestre

O Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul) aplicou no primeiro semestre de 2021 (janeiro a junho) R$ 278 milhões em obras de infraestrutura e serviços rodoviários em todo o Estado. No mesmo período, o repasse aos municípios totalizou R$ 139,6 milhões que, somado aos investimentos em obras, chega a R$ 417,7 milhões.

O relatório foi apresentado aos membros e representantes do Conselho de Administração do Fundersul. Conforme os dados, o Governo do Estado tem priorizado os investimentos na manutenção da infraestrutura rodoviária, garantindo trafegabilidade em qualquer época do ano e, principalmente, o escoamento da produção de matéria prima e industrializados – de acordo com o principal objetivo do fundo.

Eduardo Riedel também destacou que a lei determina o investimento integral do fundo em infraestrutura. “Quando falamos de Fundersul, o sinônimo é investimento direto em infraestrutura e o caminho mais seguro para o desenvolvimento do nosso Estado e para a geração de renda e de emprego. Esta é nossa principal fonte para investimento em infraestrutura e temos destinado esses recursos para garantir boas condições de trafegabilidade em nossas estradas a fim de agilizar o escoamento da produção”, afirmou.

Do total de recursos aplicados, a maior parte (86%) foi destinada às rodovias, em serviços de projetos, implantação, pavimentação, restauração, conservação e manutenção, além da construção, reforma e manutenção de pontes. O percentual destinado à pavimentação, restauração e drenagem em obras urbanas foi de 14%.


Voltar


Comente sobre essa publicação...