Semana On

Quarta-Feira 29.set.2021

Ano X - Nº 461

Campo Grande

Sesau institui grupo de trabalho para discutir implantação do hospital das Moreninhas

Com a implantação da unidade, o Município pretende aumentar a oferta de leitos para realização de procedimentos diagnósticos e cirúrgicos de baixa e média complexidade

Postado em 06 de Agosto de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau) instituiu um grupo de trabalho formado por representantes de diversos setores da pasta para estudo, estruturação, execução e acompanhamento dos processos administrativos relativos ao projeto de implantação do Day Clinic “Vó Honória Martins Pereira”, o hospital das Moreninhas. A resolução nominando os integrantes deste grupo foi publicada na edição desta sexta-feira, dia 06 de agosto, do Diário Oficial do Município (Diogrande).

Com a implantação da unidade, o Município pretende aumentar a oferta de leitos para realização de procedimentos diagnósticos e cirúrgicos de baixa e média complexidade,  além de garantir  agilidade no acesso aos usuários do SUS aos serviços especializados de diagnóstico e procedimentos cirúrgicos de pequeno e médio porte.

A  unidade deve funcionar como Hospital Dia para realização de procedimentos clínicos, diagnósticos e cirúrgicos, que requeiram a permanência do paciente na unidade por um período máximo de 12 horas, desde o atendimento ambulatorial, assistência intermediária e internação.

Tal fluxo de atendimento deve reduzir custos dos tratamentos, evitando a internação contínua e otimizar o tempo de internação hospitalar, diminuindo o risco de infecção e o estresse do paciente.

Conforme o projeto, a estrutura do hospital “Vó Honória Martins Pereira” deve ser composta por um complexo de três salas cirúrgicas, 1 sala de recuperação pós-anestésica com qautro leitos, 18 leitos de internação temporária, três leitos de estabilização, quatro salas para exames diagnósticos (raio-x, ultrassom, tomografia, colonoscopia e endoscopia). Terá ainda salas de gesso, central de material e esterilização, curativo, sala de indução e recuperação pós anestésicos, 04 consultórios, farmácia, serviço social, Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, salas administrativas e banheiros com acessibilidade.

Relacionado ao recursos humanos a Rede Municipal de Saúde já possui no seu efetivo profissionais de saúde concursados, tais como médicos especialistas, enfermeiros, farmacêuticos, assistentes sociais, técnicos entre outros, nas diversas áreas correlatas necessárias no referido Day Clinic.

Ainda não há um prazo definido para início das obras, sendo necessário seguir todos os trâmites burocráticos que vão desde o planejamento até a execução do projeto.


Voltar


Comente sobre essa publicação...