Semana On

Terça-Feira 24.mai.2022

Ano X - Nº 488

Mato Grosso do Sul

Frio e medidas restritivas reduzem circulação de pessoas e derruba casos de Covid-19 em MS

Ainda assim, é necessário manter todos os procedimentos de isolamento social e proteção

Postado em 02 de Julho de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O frio dos últimos dias esvaziou as ruas e reduziu o número de casos confirmados de Covid-19. Pela primeira vez nos últimos 21 dias, Mato Grosso do Sul registrou menos de mil novos infectados na média móvel diária (924). Além disso, a taxa de contágio ficou abaixo de 1%.

Ainda assim, de acordo com o boletim epidemiológico desta sexta-feira (2), mais 38 pessoas perderam a vida, incluindo 16 campo-grandenses, além de moradores de Dourados, Naviraí, Brasilândia, Sonora, Cassilândia, Santa Rita do Pardo, Água Clara, Nova Andradina, Guia Lopes da Laguna, Ponta Porã, Chapadão do Sul, Bonito, Anastácio, Corumbá e Jardim.

Até o momento, Mato Grosso do Sul acumula 337.003 casos confirmados e 8.269 óbitos. Já a ocupação global de leitos UTI SUS nas macrorregiões está em: 91%, em Campo Grande; 85%, Dourados; 75%, Três Lagoas; e 93%, Corumbá.

Apesar da queda no número de casos, óbitos e taxa de contágio, a Secretaria de Estado de Saúde alerta que é necessário manter os cuidados como distanciamento social, uso de máscaras de proteção e higienização das mãos.

Confira o boletim completo e o resumido.

Medidas restritivas

Após as medidas restritivas impostas pelo Governo do Estado e o avanço da vacinação, a taxa de contágio que no começo de junho já esteve em 1,14% em Mato Grosso do Sul, finalmente atingiu o patamar perseguido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) de menos de 1%. 

“Hoje felizmente a gente decaiu abaixo de 1%. Hoje estamos a 0,99% da taxa de contágio. Mas isso não é motivo para relaxar, nós precisamos continuar tomando as mesmas decisões que nós tomamos durante todo o enfrentamento da Covid, a doença é muito perigosa e daqui a pouco pode surgir uma nova mutação que possa colocar a todos nós em risco”, afirmou o titular da SES, Geraldo Resende. 

Saúde criou 411 novos leitos de UTI SUS exclusivo para tratamento da Covid-19 em MS

Mato Grosso do Sul avançou quanto ao serviço de alta complexidade após o início da pandemia. Em 2019, o Estado possuía 200 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Adulto no Sistema Único de Saúde (SUS) em seis municípios do Estado. Com a chegada da pandemia, a cobertura foi ampliada para mais nove cidades e foram criados 411 novos leitos SUS exclusivos para o enfrentamento à Covid-19 até este primeiro semestre de 2021. Assim, o serviço especializado está presente em 15 municípios sul-mato-grossenses, totalizando 621 leitos de UTI entre Covid e não Covid SUS, representando 310,5% de aumento, entre 2019 a 2021.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, a instalação dos novos leitos acontece como parte da estratégia do Governo do Estado de suprir a demanda por UTI’s com o aumento do número de casos de Covid-19. “Desde o início, reforçamos o trabalho conjunto com todos os municípios para que houvesse recuo da doença e que não faltasse leitos, insumos e medicamentos para os sul-mato-grossenses”.

A linha do tempo – referente as Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) – mostra que em 2019 haviam 200 leitos de UTI’s adulto e após um ano de pandemia houve ampliação de 411 leitos de UTI exclusivos Covid. O mapa mostra o total de 621 leitos de UTI’s adulto Covid e não Covid SUS. Os dados foram atualizados até esta quarta-feira, 30 de junho, considerando que o quadro epidemiológico da Covid-19 no Estado é dinâmico.

Assim, antes da pandemia, apenas seis municípios possuíam leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Geral: Aquidauana 10 leitos, Corumbá sete, Dourados 46, Ponta Porã 10, Três Lagoas 10 e em Campo Grande existiam 117 leitos disponíveis para o serviço de alta complexidade em 2019.

Na pandemia estes municípios tiveram a oferta de leitos ampliados para UTI’s Covid SUS: Três Lagoas ampliou 25 leitos de UTI Covid e passou a contar com 35 leitos de UTI's; Dourados ampliou 55 leitos de UTI Covid e passou a dispor de 101 leitos de UTIs. Corumbá ampliou 20 leitos de UTI Covid e conta com 27 leitos. Ponta Porã aumentou 30 leitos de UTI Covid e soma agora 40 leitos de UTIs. Campo Grande teve aumento expressivo com 204 leitos de UTI's de UTI Covid e passou a contar com 321 leitos entre UTI’s Covid e não Covid. Aquidauana manteve o mesmo número, dispondo de 10 leitos.

E, mais nove municípios também passaram a contar com o serviço de leitos de UTI’s exclusivo para atendimento Covid-19 SUS: Aparecida do Taboado 10 leitos, Bataguassu cinco leitos, Costa Rica 10 leitos, Coxim oito leitos, Jardim seis leitos, Naviraí 15 leitos, Nova Andradina 18 leitos, Paranaíba 10 leitos e Sidrolândia cinco leitos. 

O Estado também realizou a ampliação de leitos clínicos SUS saindo de 1.250 em 2019 para 1.610 em 2021.

Outras ações

A Secretaria de Estado de Saúde distribuiu aos municípios de Mato Grosso do Sul 1,6 milhão de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para auxiliar no combate a pandemia de Coronavírus. Foram entregues aos municípios máscaras, toucas, luvas, álcool em gel, sapatilhas, óculos e protetores faciais. A distribuição foi feita baseada na densidade populacional de cada município.

Desde o início da pandemia, a Secretaria de Estado de Saúde distribuiu 1.763.839 unidades de medicamentos do kit intubação composto por relaxantes musculares, sedativos, adjuvantes, suporte hemodinâmico e analgésicos.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) junto com os municípios têm auxiliado no custeio de leitos que ainda não foram habilitados pelo Ministério da Saúde.


Voltar


Comente sobre essa publicação...